MP denuncia prefeito de São Simão por importunação sexual

Assis Peixoto também foi denunciado pelo crime de divulgação de pornografia envolvendo menores; ele segue preso.

Postado em: 11-08-2021 às 13h41
Por: Luan Monteiro
Assis Peixoto também foi denunciado pelo crime de divulgação de pornografia envolvendo menores; ele segue preso | Foto: Reprodução

O Ministério Público de Goiás (MP-GO), denunciou nesta terça-feira (10/08), o prefeito de São Simão, Assis Peixoto, pelos crimes de importunação sexual e divulgação de pornografia envolvendo criança ou adolescente. O caso corre em segredo de justiça.

A denúncia efetivada pelo MP é relacionada a duas vítimas. Outras cinco pessoas prestaram depoimento ao Ministério Público, entretanto, o crime já havia sido prescrito e por isso o acusado não pode responder por eles.

O advogado de Assis, Edemundo Dias, informou que, após analisar a denúncia, vai pedir a liberdade provisória do político. “A parte de investigação já terminou, então é desnecessário a manutenção da prisão. Ficou demonstrado que não há crime de pedofilia, foi denunciado por importunação sexual. Vamos pedir a perícia em todos os vídeos e áudios para verificar toda a situação”, disse.

Continua após a publicidade

Prisão

Assis foi preso no último dia 28 de julho pela Polícia Civil de Goiás (PC-GO).  Ele é suspeito de crime contra a dignidade sexual de menor. Segundo o MP, o prefeito teria exibido e tocado em seu órgão sexual durante videochamada com um adolescente de 15 anos. Até o momento, seis pessoas já o denunciaram.

Na época da prisão, Assis foi ouvido na sede do Centro Integrado de Investigação e Inteligência, em Goiânia, mas permaneceu em silêncio.

Veja Também