Aulas em Goiânia retomam em formato híbrido e inúmeros protocolos de segurança

Será disponibilizado a testagem ampliada para todos os servidores da rede duas vezes por semana.

Postado em: 16-08-2021 às 12h22
Por: Victoria Lacerda
Será disponibilizado a testagem ampliada para todos os servidores da rede duas vezes por semana. | Foto: Reprodução

As escolas e os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) recepcionaram os alunos nesta segunda-feira (16/08) com o cumprimento de rígidos protocolos de biossegurança. Dentre as medidas adotadas, estão a instalação de totens de álcool em gel, aferição de temperatura na entrada da escola e o uso obrigatório de máscara facial.

As instituições receberam recursos financeiros para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e receberam da Secretaria Municipal de Educação (SME) itens coletivos de segurança.

Além disso, orientações operacionais e pedagógicas foram elaboradas pela SME juntamente com outros órgãos para dar mais segurança aos alunos, pais e profissionais. Um documento, intitulado “Protocolo de Retorno do Atendimento Presencial aos Educandos da rede Municipal de Educação de Goiânia”, foi elaborado e enviado às unidades nas últimas semanas.

Continua após a publicidade

Funcionamento

Os Cmeis terão atendimento diário, sendo 50% das crianças no turno matutino e dos demais 50% no período vespertino. Neste primeiro momento, serão atendidas crianças a partir de 3 anos. Em seguida, retornam às salas as crianças das demais idades, de acordo com o cenário epidemiológico.

Ensino presencial ou remoto

As famílias podem escolher pelo ensino presencial ou remoto. Para autorizar o retorno presencial, deve ser assinado o Termo de Livre Consentimento e Responsabilidade na instituição em que o aluno é matriculado. Caso os pais prefiram o ensino remoto, os alunos serão atendidos pelo Caderno de Atividades, plataforma, aplicativos e outros meios de interação e comunicação.

Em entrevista especial ao O Hoje, Neucilene Conceição, explicou que não concorda com o sistema híbrido para crianças com menos de 10 anos. Ela explicou que seu filho tem 09 e fica muito tempo na frente do computador para conseguir ter as aulas.

Neucilene também foi questionada sobre o retorno das aulas, se achava se era seguro ou não. “As crianças e adultos podem ir pra todos os lugares, tudo aberto e aglomerado, por que as crianças não poderiam retornar para a escola”, afirmou.

Nas salas

Nas salas de aulas os alunos terão carteiras com distanciamento seguro e não podem compartilhar qualquer objeto pessoal ou lanche.

Casos suspeitos

Casos suspeitos de servidores devem ser afastados imediatamente para comprovação por meio do teste. Além disso, será disponibilizado a testagem ampliada para todos os servidores da rede duas vezes por semana.

Veja Também