Em Goiânia, casos excepcionais terão segunda dose contra a Covid-19 antecipada

Postado em: 31-08-2021 às 16h24
Por: Luan Monteiro
Estão entre os critérios cirurgias eletivas, intercâmbio estudantil e viagens programadas para o exterior | Foto: Reprodução


A Secretaria de Saúde de Goiânia (SMS) anunciou nesta terça-feira (31/08) a antecipação da aplicação da segunda dose em três casos excepcionais: pessoas que precisam fazer cirurgias eletivas, que estão com viagens compradas para o exterior e estudantes com intercâmbio programado.

A decisão foi tomada com base em um ofício da Secretaria de Estado e Saúde de Goiás (SES-GO), que diz respeito à segunda dose e os pareceres dos laboratórios AstraZeneca/Fiocruz e Pfizer/Wyeth, de que há um desenvolvimento satisfatório de anticorpos quando se observa os intervalos mínimos de 28 dias para AstraZeneca e 21 para a Pfizer.

A antecipação será concedida mediante solicitação formal do usuário, disponibilizado no site da Prefeitura, e mediante apresentação de documentos comprobatórios da excepcionalidade. Após autorização, o interessado deverá procurar o Centro Municipal de Vacinação (CMV), no setor Pedro Ludovico, para tomar o reforço da vacina.

Documentação necessária para solicitar antecipação da segunda dose

Para solicitar antecipação da segunda dose, os interessados devem apresentar: documentos pessoais, comprovante da primeira dose, cópia do comprovante da passagem internacional ou relatório médico explicitando a data da cirurgia, ou outro comprovante que justifique a situação de excepcionalidade e a declaração assinada. A declaração e os documentos comprobatórios da situação que culminou na necessidade de antecipação da dose ficarão retidos no CMV.

Compartilhe: