Produtos de limpeza e higiene pessoal têm variação de até 192% em Goiânia, diz Procon

Postado em: 02-09-2021 às 16h43
Por: Alice Orth
O Procon sugere que os consumidores analisem os produtos considerados essenciais e façam uma lista antes de ir às compras. | Foto: Reprodução

A procura por produtos de limpeza e de higiene pessoal durante a pandemia motivou a Superintendência de Proteção ao Consumidor (Procon) a efetuar uma pesquisa de variação de preços em Goiânia. O levantamento, realizado entre os dias 23 e 31 de agosto em 12 diferentes estabelecimentos, apontou diferença de até 192% no preço de itens comuns.

Ao todo, 60 produtos foram analisados, entre sabão em pó, amaciante, sabonete, desodorante, álcool em gel e semelhantes. A maior diferença foi registrado na escova de limpeza ( 192%), seguida do desinfetante (100,40%), limpa vidros (93,7%), cera para piso (92,04%) e lã de aço (81,76%).

Em itens de uso pessoal, a maior diferença foi em pasta de dente (167,79%). Também tiveram grande variação as hastes flexíveis (105,26%), o condicionador de cabelos (100,79%) e o sabonete líquido (83,31%).

O Procon sugere que os consumidores analisem os produtos considerados essenciais e façam uma lista antes de ir às compras. “Com uma calculadora em mãos, após avaliar preço e marcas diferentes, vá colocando no carrinho e fazendo as contas. Desta forma, após adquirir os produtos essenciais, saberá quanto ainda poderá gastar com os produtos não essenciais. Essa prática, além de auxiliar na conferência dos preços lançados no caixa, também evitará extrapolar o valor previamente estabelecido”, diz o órgão.

Compartilhe: