Mais 2 são presos no caso de corpo abandonado em rua do Jd. América

Postado em: 10-09-2021 às 12h53
Por: Almeida Mariano
Suspeitos teriam criado uma espécie de tribunal do crime para decidir pela morte da vítima, informou a polícia | Foto: reprodução

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), prendeu na última quarta-feira (08/09) mais um casal suspeito de participar no homicídio de Hélio Márcio Batista, ocorrido em 20 de agosto, no setor Jardim América, em Goiânia.

De acordo com as investigações da PCGO, os suspeitos, após fazerem o uso de drogas, ligaram para a vítima no dia que ocorreu crime. Hélio havia sido acusado de ter se envolvido com uma das mulheres comprometidas que estavam no mesmo local. E devido a esse fato, um dos suspeitos deu um tiro na cabeça da vítima, que morreu na hora.

Após o homicídio, um casal, que foi preso no dia do crime, colocou a vítima no porta-malas de um carro e abandonou o corpo na rua C-177. A ação aconteceu em plena luz do dia e tudo filmado por câmeras de monitoramento. Na sequência, outro casal envolvido no delito fugiu para o interior de Goiás, porém foram presos assim que retornaram para Goiânia.

Segundo interrogatórios colhidos até o momento, os suspeitos teriam criado uma espécie de tribunal do crime, questionando a situação da vítima e decidindo pela efetuação do assassinato.

A PCGO informou que as diligências continuam, pelo fato de existirem outros suspeitos de participação no crime. O inquérito será concluído nos próximos dias e o procedimento encaminhado ao Poder Judiciário.

Compartilhe: