Mulher ameaça profissionais da saúde e danifica doses de imunizante após pai não ser vacinado

Postado em: 13-09-2021 às 14h48
Por: Giovana Andrade
Caso ocorreu no município de Divinópolis de Goiás; aos gritos, a moradora segurava uma faca e partiu para cima de funcionários no ponto de vacinação. | Imagem: Reprodução

Em um ponto de imunização em Divinópolis de Goiás, uma moradora da cidade se revoltou após ser informada de que o pai não poderia se vacinar naquele dia e teria de retornar nesta terça-feira (14/09). Imagens registradas pelos profissionais da saúde do local mostram o momento em que a mulher ameaça os trabalhadores com uma faca.

Exaltada e sem máscara, a moradora derrubou no chão uma caixa térmica contendo doses da vacina contra a Covid-19. Os trabalhadores chegaram a correr, com medo da ação da mulher, que foi para cima de um dos homens que estava no local. “Eu vou ficar aqui, não quero apanhar”, diz uma das profissionais enquanto observava tudo à distância.

A mulher estava acompanhando o pai, que aparece nas imagens ao lado dela, segurando os documentos pessoais. O idoso compareceu ao local para tomar a primeira dose da vacina, o que foi impossibilitado pelo fato de que, naquele dia, a campanha de imunização estava focada em aplicar somente a segunda dose.

Aos gritos, ela dizia que faria o “regaço” no local se o pai não fosse vacinado. Ela alegava que se tratava de obrigação da Saúde aplicar a vacina nele.

Dano a bens públicos e desacato

Segundo a prefeitura de Divinópolis, cerca de 30 doses da vacina contra a Covid foram danificadas no momento em que ela derrubou a caixa térmica no chão.

Moradores da cidade que aguardavam para tomar a vacina no local chamaram a Polícia Militar para conter a mulher. Ela foi presa e conduzida à delegacia da cidade de Posse.

Ela foi autuada pelos crimes de dano qualificado aos bens públicos e por desacato a funcionário público. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Lucilene Guimarães, a mulher foi levada para o presídio de Formosa, no Entorno do Distrito Federal.

Compartilhe: