PCGO prende associação criminosa armada em Senador Canedo

Grupo era especializado em crimes de estelionato contra moradores de Manaus, no Estado do Amazonas.

Postado em: 16-09-2021 às 10h36
Por: Almeida Mariano
Grupo era especializado em crimes de estelionato contra moradores de Manaus, no Estado do Amazonas | Foto: PCGO

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), através do Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC), prendeu em flagrante quatro indivíduos no final da tarde da última terça-feira (14/09). Quatros suspeitos, três mulheres e um homem, eram investigados por integrarem uma associação criminosa armada, especializada na prática do crime de estelionatos eletrônicos. Os golpes eram efetuados em idosas de Manaus, no Estado do Amazonas.

No dia 14, os agentes de polícia do GREF/DEIC receberam informações de agentes da polícia de Amazonas de que uma idosa de 74 anos, moradora da capital amazonense, havia sido vítima do crime de estelionato. 

A vítima informou que recebeu mensagens via aplicativo, onde alguém afirmava ser sua filha e necessitava da realização transferências bancárias. Acreditando estar falando com a filha, a idosa realizou cinco transferências no intervalo de menos de 2 horas, totalizando a quantia de R$ 24.800,00. Não satisfeito, os suspeitos solicitaram a realização de uma nova transferência no dia seguinte, porém a vítima já havia descoberto ter caído em um golpe e não a realizou.

Continua após a publicidade

Com as informações do caso, os agentes da PCGO constataram que as contas bancárias para as quais os valores foram transferidos pertenciam a um casal de Senador Canedo. O homem com uma extensa ficha criminal pela prática de diversos outros crimes, e a mulher já era investigada pela prática de outros estelionatos, com a utilização do mesmo tipo de golpe via aplicativo de mensagens, também realizados contra cidadãos manauaras.

Segundo a investigação da PCGO, o casal também fazia parte de uma associação criminosa voltada para a prática de estelionatos. E após diversas diligências, conseguiram localizar outras duas mulheres integrantes do grupo em uma casa situada na cidade de Senador Canedo. Na abordagem, os investigadores encontraram duas armas de fogo no interior de uma bolsa que estava com uma das mulheres, e uma das armas encontradas havia sido furtada na cidade de Anápolis. 

Além disso, foi encontrado um caderno de anotações com o nome de diversas vítimas e valores arrecadados com os golpes. Também constataram que a capturada já estava com uma mala e com uma passagem para a cidade de São Paulo, numa tentativa de fugir da polícia.

Os suspeitos foram autuados pela prática de associação criminosa armada, estelionato na modalidade eletrônica e perpetrado contra idoso, receptação e posse ilegal de arma de fogo.

Veja Também