Antecipação de eleição da ‘mesa’ e novos cargos são aprovados pela Câmara de Goiânia

A proposta de antecipação de eleição dos membros da mesa diretora e a criação de novos cargos foram aprovadas pela Câmara Municipal

Postado em: 22-09-2021 às 13h11
Por: Nielton Soares
A proposta recebeu apenas o voto contrário do vereador Lucas Kitão (PSL). Nos bastidores, a decisão significa um fortalecimento do atual presidente, Romário Policarpo (Patriota) | Foto: reprodução

A proposta de antecipação de eleição dos membros da mesa diretora e a criação de novos cargos foram aprovadas pela Câmara Municipal de Goiânia, em segunda e definitiva votação, na sessão da manhã desta quarta-feira (22/09).

Os vereadores, com exceção apenas do parlamentar Lucas Kitão (PSL), votaram a favor da criação da função de quarto vice-presidente para a mesa diretora e abriram a possibilita de antecipar da eleição de escolhas dos seus membros para o próximo biênio.

O parlamentar contrário à decisão chegou a apresentar uma emenda para que o registro das chapas para a disputa fosse feito, obrigatoriamente, com 48 horas de antecedência. Mas foi derrotado em votação simbólica.

“Eu vi que todos os vereadores apoiam esse projeto, eu não entendo. Mas para dar transparência, eu queria que ficasse claro quem vai concorrer, o porquê, e quem está na chapa?”, questionou.

Continua após a publicidade

Regimento

Projeto apresentado pela própria mesa diretora, a aprovação altera o regimento interno da Casa, que além de aumentar mais um membro ao corpo diretivo, cria mais dois cargos em duas comissões. Um na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e na Comissão de Finanças – colegiados importantes para a apreciação de matérias, por exemplo, do Executivo.

Automaticamente, o ingresso de novos integrantes nessas comissões aumenta para 23 nomes na Comissão Mista, que é uma compilação de ambas. E, atualmente, aprecia o novo Código Tributário Municipal (CTM) de Goiânia – matéria da Prefeitura.

A decisão deve fortalecer mais o atual presidente da Câmara, Romário Policarpo (Patriota), que deve ser reconduzido ao cargo pela terceira vez. Assim, se fortalecendo perante o Paço.

Também ciente disso, cinco meses atrás, a Prefeitura articulou para que a tramitação da proposta de ampliação de cargos e antecipação da eleição fosse suspensa. Deu certo. Mas agora, como o foco do Executivo é a tramitação rápida do Código Tributário, o projeto foi ressuscitado e aprovado com facilidade.

Tomá lá, dá cá    

Outro fator que pode ter facilitado a aprovação da matéria é a promessa de que na sequência será apresentado um projeto para uma reforma administrativa do quadro de funcionários nos gabinetes dos vereadores. A proposta é autorizar os parlamentares a contratarem quantos servidores quiserem, com os salários que eles próprios definirem, observando apenas a limitação da cota por gabinete. Atualmente, de R$ 62,1 mil.

Veja Também