Adolescente que atropelou família no setor Santo Hilário presta depoimento a Polícia Civil

Segundo o Delegado titular da Depai, o adolescente confessou o ato infracional, pelo qual responderá como ação análoga ao crime de lesão grave na condução de veículo automotor

Postado em: 28-09-2021 às 09h54
Por: Ícaro Gonçalves
O motorista de aplicativo Sérgio Ferreira e sua filha Heloah Lanai, de 11 meses, foram levados ao Hugol após o acidente | Imagem: Reprodução/ Redes sociais

A Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai) ouviu o depoimento do adolescente de 16 anos responsável pelo atropelamento de uma família no setor Santo Hilário, na região nordeste de Goiânia, no início deste mês de setembro.

Segundo o Delegado Queops Barreto, titular da Depai, o adolescente confessou o ato infracional, pelo qual responderá como ação análoga ao crime de lesão grave na condução de veículo automotor, agravado por não possuir habilitação.

O caso

Continua após a publicidade

No dia 15 deste mês de setembro, um adolescente de 16 anos atropelou uma bebê de 11 meses e seu pai enquanto conduzia uma moto pelas ruas do setor Santo Hilário. O momento do atropelamento foi filmado por uma câmera de segurança, que gravou quando a bebê foi arremessada junto de seu pai.

Após o acidente, o motorista de aplicativo Sérgio Ferreira, de 37 anos, ficou oito dias internado no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueiro (Hugol), mas já recebeu alta. Já a filha dele, Heloah Lanai, permanecia em estado grave na UTI do hospital até a última sexta (24/09).

Veja Também