Operação Veneziano: PC prende gerente de banco suspeita de desviar R$ 2,7 milhões

A operação é resultado de investigação dos crimes de furto mediante fraude, associação criminosa e falsidade ideológica

Postado em: 28-09-2021 às 12h24
Por: Ícaro Gonçalves
A operação é resultado de investigação dos crimes de furto mediante fraude, associação criminosa e falsidade ideológica | Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) deflagrou na manhã desta terça-feira (28/09) a Operação Veneziano, com objetivo de cumprir um mandado de prisão temporária contra gerente bancária suspeita de desviar R$ 2 milhões e 700 mil da Cooperativa Mista Agroindustrial de Palminópolis (COOMAP).

A operação ocorreu por meio das Delegacias de Polícia de São Luís de Montes Belos e Firminópolis, sendo resultado de investigação dos crimes de furto mediante fraude, associação criminosa e falsidade ideológica. A polícia também apura nesta fase a participação de outros envolvidos ligados ao desvio.

Também foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão. Destes, quatro foram cumpridos em Palminópolis e um em São João da Paraúna. A operação foi batizada com este nome em razão de veneziano ser um sistema padrão usado em empresas e organizações para registrar transações financeiras.

Veja Também