Deputado apresenta proposta para restringir participação de transexuais em competições esportivas

O autor alega no texto que a "ideologia de gênero" é de "ordem político-partidária" .

Postado em: 05-10-2021 às 16h10
Por: Alice Orth
O autor alega no texto que a "ideologia de gênero" é de "ordem político-partidária" . | Foto: Reprodução

O deputado Cairo Salim (Pros) propôs na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) um projeto de lei que pretender proibir a participação de atletas transexuais em competições e eventos esportivos no estado.

O autor alega no texto que a “ideologia de gênero” é de “ordem político-partidária” e seria uma “tirania” permitir a participação de pessoas trans em times e equipes “destinados a participantes do sexo oposto ao de seu nascimento”.

Ele ainda define pessoa trans como “inconformada com o sexo biológico ao qual pertence, [que] opta pela alteração cirúrgica do corpo a fim de emular o sexo biológico oposto ao seu ou pela alteração do registro civil para fazer constar nome comum ao sexo biológico oposto ao do seu nascimento”.

Continua após a publicidade

Segundo o deputado, “a tão falada e desastrosa ideologia de gênero defende que ninguém nasce homem ou mulher, mas que cada indivíduo deve construir sua própria identidade, ou seja, seu gênero”. Isso teria gerado “um número gigantesco de absurdos”, especialmente por parte de conselhos escolares “altamente sindicalizados, vinculados à esquerda militante”.

A matéria será agora analisada pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

Veja Também