Goiás atinge quase 5 milhões de pessoas imunizadas, mas 600 mil estão atrasadas com 2ª dose

Postado em: 18-10-2021 às 10h20
Por: Nielton Soares
Para superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, o atraso no ciclo completo de vacinação é preocupante | Foto: reprodução

A superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, durante entrevista na manhã desta segunda-feira (18/10), para a rádio Sagres, afirmou que em Goiás há 600 mil pessoas que não completaram o ciclo de vacinação.

Segundo ela, esse contingente que deixou de tomar a segunda dose “traz preocupação”. Os dados do vacinômetro, disponibilizado pela Secretária de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), mostram que 4.943.266 pessoas já foram imunizadas com a primeira dose.

Acerca da segunda dose ou dose única, já foram vacinados 3.006.893 moradores do estado, ou seja, completaram o esquema vacinal. A superintendente esclarece que o índice de vacinas está em 42,85%, precisando alcançar 80%, o que seria possível cogitar, por exemplo, na retirada da obrigatoriedade do uso de máscaras em locais abertos.

Flúvia Amorim comentou sobre a diminuição de casos e de morte por complicações de Covid-19 em Goiás. Ela chegou a comparar a situação atual com os períodos mais críticos, quando em apenas um dia se registraram 900 pedidos para internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com a superintendente, com o controle da pandemia, os pedidos diários são de sete internações em leitos de UTI. “A gente está numa fase com aumento de número de pessoas vacinadas, mas é importante que as pessoas entendam que ainda não temos um percentual seguro para falar, por exemplo, que está sob controle”, destacou.

Compartilhe: