Cerimônia de lançamento comemora andamento das obras do novo polo aeronáutico da Região Metropolitana

Postado em: 18-10-2021 às 18h37
Por: Alice Orth
A previsão de entrega da primeira fase é 2024. | Foto: Reprodução

O lançamento da pedra fundamental do maior empreendimento aeroportuário do Centro-Oeste brasileiro, o Antares Polo Aeronáutico, será realizado nesta terça-feira (19/10). Com as obras iniciadas em julho deste ano, a construção já movimentou mais de 250 mil metros cúbicos de terra, equivalente a cerca de 20 mil viagens de caminhão. A previsão de entrega da primeira fase é 2024.

Podendo receber todos os modelos de aviação geral, já após a conclusão de sua primeira etapa, o Antares Polo Aeronáutico espera atrair empresas de táxi aéreo, serviços aeromédicos, de logística, manutenção de aeronaves, hangaragem, agro aviação e escolas para formação de pilotos. A expectativa é atrair também indústrias, em especial fábrica de peças aeronáuticas, turbinas e motores para aviação.

“Com isso, um novo nicho de oportunidades de empregos qualificados irão surgir, o que movimentará até mesmo universidades e centros de formação especializados. O Antares, por exemplo, quando estiver em pleno funcionamento, irá gerar mais de três mil postos de trabalho”, comentou Paulo Roberto da Costa, diretor da Tropical Urbanismo, uma das cinco empresas que integram o grupo empreendedor responsável pelo polo aeronáutico.

Ao todo, serão 2,096 milhões m² de área total, dos quais 611 mil m² de área vendável, distribuídas em 455 hangares com metragens entre 1.000 m² e 1.500 m². O Antares também deverá ter estruturas como lojas, restaurantes e um hotel executivo.

“Aparecida de Goiânia converge todas as potencialidades que um projeto como esse requer. É altamente industrializada e está no coração do país, a 210 quilômetros do DF [Distrito Federal]. É um polo que está sendo construído próximo a dois aeroportos internacionais, o de Brasília e o de Goiânia. Também teremos acesso fácil com modais de transporte rodoviários e ferroviários. Portanto, será um empreendimento que irá agregar significativamente à economia goiana, e irá consolidar a vocação de Aparecida de Goiânia para ser uma smartcity”, afirmou Paulo Roberto, diretor da Tropical Urbanismo.

Compartilhe: