Flores para o Dia de Finados podem ter variação no preço de até 92%

Na pesquisa do Procon, foram coletados os preços de 28 tipos de flores em 8 floriculturas próximas aos cemitérios de Goiânia.

Postado em: 28-10-2021 às 10h12
Por: Ícaro Gonçalves
Na pesquisa do Procon, foram coletados os preços de 28 tipos de flores em 8 floriculturas próximas aos cemitérios de Goiânia | Foto: Reprodução

Com a aproximação do Dia de Finados, celebrado no dia 2 de novembro, crescem as procuras por arranjos de flores em Goiânia e região metropolitana. Segundo pesquisa do Procon Municipal de Goiânia realizada nas floriculturas da capital, um mesmo tipo de flor pode ter variação de preço de até 92,31%.

Na pesquisa do Procon, foram coletados os preços de 28 tipos de flores em 8 floriculturas próximas aos cemitérios de Goiânia. A pesquisa focou espécies mais procuradas para a data. A maior variação encontrada foi no vaso médio da Kalanchoe. O menor preço foi de R$ 13 e o maior R$ 25.

A calandiva (vaso pequeno) teve variação de 84,62%, ficando entre R$ 6,50 a R$ 12. O maço de rosas comuns com 12 botões teve variação de 77,78%.

Continua após a publicidade

Fiscalização 

O Procon Goiânia também iniciou nesta semana fiscalização em 10 funerárias de Goiânia para verificar o cumprimento de normas do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

De acordo com a presidente do Procon Goiânia, Carolina Pereira, durante a fiscalização as funerárias são orientadas a encaminhar para o jurídico do Procon cópias de contratos de planos e seguros funerários.

“A equipe jurídica do Procon verifica se os contratos estão de acordo com as normas do Código de Defesa do Consumidor. Os documentos que não apresentarem informações claras e explicações sobre os serviços, os estabelecimentos vão ser notificados e vão receber uma nota jurídica como deve ser o contrato. Caso o estabelecimento não cumpra o que foi exigido, a empresa será multada”, explica a presidente.

Veja Também