São Paulo desobriga máscaras a partir de dezembro, Goiás ainda aguarda avanço na vacinação

Postado em: 24-11-2021 às 16h34
Por: Almeida Mariano
A partir do dia 11 dezembro, o uso da máscara em ambientes externos não será mais obrigatório em São Paulo | Foto: Reprodução

O governo de São Paulo anunciou que, a partir do dia 11 dezembro, o uso da máscara em ambientes externos não será mais obrigatório, mesmo não atingido a meta estipulada pela própria gestão em relação a redução de indicadores da pandemia. Em Goiás, três municípios também já desobrigaram o uso da máscara em lugares abertos, descumprindo recomendação da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO).

O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB) no início da tarde desta quarta-feira (24). Apesar de não ser mais exigida em locais externos, o uso em áreas internas e no transporte público, inclusive dentro de estações de ônibus continua obrigatório.

A proposta foi aprovada pelo Comitê Científico, grupo de especialistas que orientam a gestão de João Doria (PSDB), e ocorre em meio a um crescimento no número de casos no estado. Anteriormente a meta para desobrigação do uso em ambientes externos seria atingir a vacinação completa de 75% da população, o que até então está em 74,5%. Porém, de acordo com Doria, o estado deve atingir a meta nesta quinta-feira (25).

Mesmo com a liberação do uso da máscara seja uma orientação para todo o estado, as prefeituras têm autonomia para decidir continuar com a obrigatoriedade por mais tempo.

Estado de Goiás

Em Goiás, três municípios já desobrigaram o uso de máscaras em locais abertos, alegando avanço da vacinação contra a Covid-19 e baixos casos da doença. Entre os municípios estão Cachoeira Alta, onde apenas 48% da população recebeu a segunda dose ou única, e Caçu junto com São Luis dos Montes Belos tendo somente 54% da população com a vacinação completa.

Em relação a Goiânia e Aparecida de Goiânia, os maiores municípios do Estado só devem discutir o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em locais abertos após atingirem pelo menos 70% da população imunizada com as duas doses ou com a vacina em dose única. Atualmente a capital goiana já vacinou 49,18% dos moradores com duas doses ou a vacina em dose única, e Aparecida 48,95%.

Compartilhe: