Amma e Romu atuam em caso de maus-tratos a animal na região Oeste de Goiânia

Postado em: 30-11-2021 às 11h38
Por: Giovana Andrade
Moradores do setor Jardim do Cerrado denunciaram um tutor que já responde pelo crime de maus-tratos; desta vez, ele agrediu um cachorro e o manteve, junto a outro, preso e sem acesso a alimentação. | Foto: Reprodução

Na noite desta segunda-feira (29/11), moradores do setor Jardim do Cerrado denunciaram o caso de um homem que amarrou um cachorro com uma corrente e o arrastou com uma moto. O animal ficou ferido, mas não morreu, e o tutor resolveu prendê-lo em uma mata do setor. O motivo seriam os latidos constantes do animal.

Ao chegar no local, a Ronda Ostensiva Municipal (Romu) constatou que havia um segundo cachorro no interior do lote, com sinais de fraqueza. Segundo os moradores, ele não recebia alimentação há vários dias. Os policiais consultaram a ficha criminal do autor e verificaram que ele já responde pelo crime de maus-tratos em uma outra situação, registrada também neste ano.

O tutor foi autuado pela fiscalização da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), com multa de R$ 10 mil reais, e conduzido à Central de Flagrante pela Romu, onde responderá por essa segunda infração. Já os animais foram resgatados pelo abrigo Recanto Anjos Peludos e levados imediatamente para a Clínica Bicho Legal, parceira que atenderá os dois cachorros para o tratamento de restabelecimento da saúde.

A pasta frisa que a colaboração da população é muito importante para que esses casos cheguem às autoridades. As denúncias de ações de crimes contra animais podem ser realizadas pelo telefone 161 da Amma, ou 153 da GCM.

Amma e Dema se reúnem para a criação do Grupo de Proteção Animal da Polícia Civil

Na manhã de segunda-feira (29/11), o presidente da Amma, Luan Alves, recebeu a delegada Simelli Lemes, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente (Dema) e a diretora de Proteção Social, Lilian de Fátima.

O objetivo do encontro foi tratar estratégias para a criação do Grupo de Proteção Animal da Polícia Civil, que terá a atribuição de investigar crimes de maus-tratos a animais em Goiânia. A parceria tem como objetivo facilitar a identificação e a punição de pessoas que cometem esse tipo de crime na capital.

Compartilhe: