“A UFG tem nossa solidariedade”, afirma presidente do TJGO durante homenagem da universidade

Postado em: 30-11-2021 às 15h59
Por: Maria Paula Borges
Reitor da UFG foi até a sede do TJGO e entregou ao presidente do Judiciário uma maquete em miniatura do Hospital das Clínicas | Foto: Wagner Soares

A Universidade Federal de Goiás (UFG) reconheceu o apoio do Poder Judiciário Goiano à ciência durante a pandemia. A homenagem para o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), o desembargador Carlos França, aconteceu na última segunda-feira (29/11) no Salão Nobre da Presidência. O reitor da UFG, Edward Madureira, foi até a sede do TJGO e entregou ao presidente uma maquete em miniatura do Hospital das Clínicas da UFG, junto com um certificado de agradecimento.

Na oportunidade, Carlos França ressaltou a iniciativa do ex-presidente, o desembargador Walter Carlos Lemes, de ter a ideia de ceder computadores para alunos da UFG, que não tinham condições, terem acesso às aulas online na pandemia.

Durante a homenagem, Edward Madureira apresentou um panorama da universidade, com dados e projetos de destaque. Além disso, mostrou a redução do orçamento de custeio da universidade nos últimos anos. Para França, essa é uma demonstração do momento que a UFG está passando e prestou apoio. “Demonstração do cruel momento que a universidade está passando e a UFG tem nossa solidariedade. Nunca a ciência foi tão maltratada no país. E mesmo enfrentando esses dissabores, a UFG tem se sobressaído. Quem merece ser homenageado é a UFG pelo tanto que tem feito para a sociedade goiana”, afirmou.

Outro ponto ressaltado por França foi o apoio do judiciário à ciência durante a pandemia. “A ciência tem que prevalecer e o Judiciário tem garantido que a ciência prevaleça. O STF teve papel fundamental durante a pandemia para que a ciência prevalecesse”, lembrou.

A homenagem da UFG foi direcionada às instituições e autoridades que contribuíram com a universidade durante a pandemia. De acordo com Edward Madureira, a mobilização estadual possibilitou a conclusão da obra do Hospital das Clínicas, que entrou em operação para atendimento de pacientes com Covid-19.

Além disso, Edward Madureira destacou que mesmo com dificuldades orçamentárias houve avanços na área da ciência e da tecnologia e na formação de milhares de alunos em graduação e pós-graduação. “Essa é uma homenagem extensiva a todo o Poder Judiciário. Temos aqui vários egressos e professores da universidade. Agradecemos também o cuidado na preparação dessa cerimônia”, disse o reitor.

Autoridades presentes

Pelo TJGO estiveram presentes na cerimônia de homenagem o vice-presidente, desembargador Zacarias Neves Coelho; o corregedor-geral da Justiça, desembargador Nicomedes Domingos Borges; os desembargadores Luiz Cláudio Veiga Braga, Norival Santomé, Guilherme Gutemberg Isac Pinto e Anderson Máximo de Holanda; os juízes auxiliares da Presidência, Sirlei Martins Costa, Aldo Sabino, Jussara Cristina de Oliveira Lousa e Reinaldo de Oliveira Dutra; os juízes auxiliares da Corregedoria, Altair Guerra da Costa, Ricardo Silveira Dourado e Gustavo Assis Garcia; o diretor do Foro da comarca de Goiânia, Héber Carlos de Oliveira; a secretária-geral da Presidência, Dahyenne Mara Martins Lima Alves, e o diretor-geral, Rodrigo Leandro da Silva.

Já pela UFG estiveram presentes a vice-reitora e futura reitora, Sandramara Matias Chaves; coordenador da Reitoria Digital, Pablo Lisboa; o secretário de Promoção da Segurança e Direitos Humanos, Ricardo Barbosa; o assessor do Gabinete Tasso Leite; o Secretário de Planejamento, Vicente da Rocha Soares Ferreira; o Pró-reitor de Graduação Adjunto, Israel Trindade, e a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Maisa Miralva da Silva.

Além disso, participaram também o defensor público-geral do Estado de Goiás, Domilson Rabelo da Silva Júnior, e a procuradora-geral do município, Tatiana Accioly Fayad.

Compartilhe: