Saiba como a PC encontrou o corpo de jovem desaparecido enterrado a 8 m, em Cezarina

Postado em: 03-12-2021 às 09h19
Por: Ícaro Gonçalves
O local onde o corpo do jovem estava enterrado já era periciado pela Polícia Civil, mas foi preciso do auxílio do Corpo de Bombeiros para encontra-lo | Fotos: Divulgação

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) concluiu na última quarta-feira (1/12) a investigação relativa ao desaparecimento de um adolescente de Palmeiras de Goiás. O corpo do jovem Wanderson Costa Leite, de 17 anos, foi encontrado enterrado a quase oito metros de profundidade em uma fazenda, no município de Cezarina.

O trabalho investigativo ocorreu por meio de uma força-tarefa composta pela Delegacia de Polícia de Palmeiras, delegacias da 16ª Regional de Trindade e pela Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH).

Leia também: PC encontra restos mortais que podem ser de adolescente desaparecido, em Palmeiras de Goiás

Wanderson estava desaparecido desde 25 de outubro. O adolescente havia sido visto pela última vez entrando na caminhonete branca de um conhecido fazendeiro da região, com quem, segundo testemunhas, teria discutido momentos antes em um bar da cidade.

Última vez em que Wanderson foi visto | Foto: Reprodução

Após ser comunicada do desaparecimento do rapaz, a PCGO mobilizou esforços para encontra-lo. A caminhonete na qual Wanderson entrou chegou a ser apreendida e periciada no início das investigações. Segundo a família, manchas de sangue foram encontradas no interior do veículo.

No último domingo (28/11), a PCGO prendeu temporariamente quatro pessoas suspeitas de envolvimento no desaparecimento do adolescente. O dono da caminhonete e principal suspeito do crime teria então indicado o local onde estariam os restos mortais do adolescente.

Localizado o corpo

O local onde o corpo do jovem estava enterrado já era periciado pela Polícia Civil, mas devido a sua profundidade, nada havia sido encontrado. Após o assassinato e o enterro do adolescente serem confirmados, a Polícia Civil solicitou auxílio do Corpo de Bombeiros para realizar escavações mais profundas, quando foram encontrados restos mortais em profundidade próxima de oito metros.

Equipe do CBMGO que participaram da operação | Foto: Reprodução

Equipes da Polícia Técnico-Científica da 1ª Coordenação Regional de Polícia (CRPTC) de Aparecida foram acionadas, e a ossada foi encaminhada ao IML para ser identificada. Porém, as vestes encontradas já foram identificadas pela mãe de Wanderson como sendo de seu filho.

Indiciados pelo crime

Três pessoas serão indiciadas pelos crimes de homicídio e/ou ocultação de cadáver. O principal autor do crime é um pecuarista de 35 anos. Ele teria efetuado disparos na região do peito e da cabeça do adolescente após se desentender com ele, em um bar na cidade de Palmeiras. Segundo ele, o menor teria tentado subtrair seu celular.

O autor obrigou o rapaz a entrar em sua caminhonete, andou pela cidade com o menor e depois o levou a um galpão, em sua propriedade rural, onde teria efetuado os disparos. O revólver foi apreendido.

Depois disso, o autor teria usado o auxílio de dois funcionários para ocultar o corpo em outra fazenda, em Cezarina, com o uso de uma retroescavadeira. O autor foi preso em Goiânia, em um condomínio de alto padrão, no Setor Bueno. Seus comparsas foram presos em Palmeiras de Goiás e em Paraúna. Todos foram alvo de mandados de prisão temporária.

Compartilhe: