MPF cobra na Justiça medidas da Triunfo Concebra para manutenção da BR-153

Postado em: 14-01-2022 às 08h41
Por: Daniell
Empresa Triunfo Concebra deve informar quais providências serão realizadas para reparar danos no asfalto como fraturas e buracos | Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou Notícia de Fato (NF) com objetivo de apurar as medidas adotadas pela Triunfo Concebra, que administra trecho da BR-153, para localizar e reparar as fraturas no pavimento asfáltico da rodovia. A medida ocorre após os riscos de acidentes agravados pela atual estação chuvosa e pelo aumento de tráfego nas estradas em razão das férias escolares. A empresa tem 15 dias para prestar as informações ao MPF. O prazo é contado a partir do recebimento do ofício.

Como primeira medida, a procuradora da República Mariane Guimarães de Mello Oliveira, responsável pela apuração, oficiou ao diretor-presidente da Triunfo Concebra, Odenir José Sanches, para que informe quais as providências adotadas pela empresa para localizar e reparar danos no asfalto da BR-153, no trecho que corta o estado de Goiás.

Mariane Guimarães lembra que recentemente um grave acidente envolvendo um ônibus em Aparecida de Goiânia resultou na morte de cinco pessoas, deixando, ainda, cerca de 40 feridos. O veículo chocou-se contra um caminhão, próximo a uma cratera que se abriu na BR-153, caindo em seguida em uma ribanceira.

O acidente aconteceu na madrugada do último dia 24. O ônibus saiu de São Paulo e seguia para Brasília. Quando foi passar por Aparecida de Goiânia, bateu em um carro da concessionária que administra a rodovia e em um caminhão que seguia no sentido contrário. Em seguida, caiu em uma ribanceira e parou com as rodas para cima em um córrego. Seis pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

A Triunfo Concebra informou que a sinalização no local continua reforçada com painéis eletrônicos nas proximidades informando o desvio em razão de obras na pista. “Além disso, existem cones refletivos, luminosos e diversas viaturas com sinalização intermitente para orientação e suporte dos usuários”, afirmou em nota.

Reparos

A Policia Rodoviária Federal de PRF divulgou nesta semana um alerta para que os condutores tenham atenção redobrada ao passar no eixo Norte da BR-153, que vai de Anápolis à divisa de Goiás com o Tocantins. O motivo é a junção do período chuvoso com o mau estado de conservação da pista em alguns trechos. Esse trecho não é administrado pela Concebra.  

Devido às chuvas, estão sendo feitos serviços de recuperação, manutenção e conservação das vias. A Ecovias do Araguaia, responsável pelas rodovias BR-153/GO/TO, 414/GO e 080/GO, está realizando os serviços nesta semana. Segundo a concessionária, na BR-153, entre os km 74 e 94, de Porangatu a Santa Tereza de Goiás, nos dois sentidos, os serviços de recuperação de pavimento exigirão operação Pare-e-siga, intercalado entre pista sul e norte -, com horário previsto entre 6h e 18h.

Condições das rodovias

Uma ferramenta disponível no Observatório do Cidadão do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE-GO) permite verificar as condições em que se encontram as rodovias goianas pavimentadas. Dos problemas identificados, 69% se referem a panelas (buracos); 23,9% a afundamentos; 6,7% a erosões e 0,4% a deslizamentos de terra.

O trecho mais comprometido fica na GO-070 entre Itapirapuã e Matrinchã, onde a incidência de buracos chega a 98,5%. Na GO-178, de Itarumã a Itajá, 85,6% apresentaram panelas. A maior quantidade de erosões relevantes (oito) foi verificada em trechos da GO-080, entre Goianésia e Jaraguá, e da GO-237, entre Niquelândia e Muquém. Também foi grande a incidência na GO-060, Firminópolis-Iporá: sete erosões.

Interdição parcial

Até a última atualização eram 98 pontos de interdição parcial, entre rodovias estaduais e federais, e 36 pontos de interdição total. Já a GO-118 foi liberada para tráfego. O tráfego continuará em meia pista, no sistema siga e pare, com velocidade controlada e sob a supervisão do Comando de Policiamento Rodoviário (CPR).

A faixa liberada foi ampliada para a largura de 4,5 metros, e também foram instalados quebra-molas a 20 metros do trecho em obras, que está com sinalização e iluminação noturna reforçadas para maior segurança dos condutores.

Compartilhe: