Estudante de biologia é preso por ter 11 cobras exóticas em Valparaíso de Goiás

Postado em: 20-01-2022 às 11h54
Por: Igor Afonso
Segundo a delegada, o estudante deve responder, em liberdade, por crime ambiental e, se condenado, pode pegar quatro anos de prisão | Foto: Reprodução/PC

A Polícia Civil (PC) prendeu um estudante de biologia que mantinha 11 cobras exóticas dentro do apartamento onde morava, em Valparaíso de Goiás no entorno do Distrito Federal. Para a polícia, ele disse que mantinha as cobras em casa por hobby.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Samya Noleto, agentes da Secretaria do Meio Ambiente de Valparaíso solicitaram apoio depois de receber denúncias de que cobras estavam sendo criadas no local de forma irregular e durante a abordagem ele explicou que mantinha os animais em casa porque gosta de animais exóticos.

Foram encontradas, no total, 11 serpentes, entre elas as espécies Corn Snake e King Snake. Três delas, segundo o suspeito, teriam sido compradas e duas se reproduziram e cresceram. “Ele contou que as adquiriu há quatro anos, em Brasília”, explicou a delegada.

Como o estudante não possuía comprovação da procedência e autorização para manutenção dos animais, ele foi conduzido para a delegacia onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e depois foi liberado.

Segundo a delegada, o estudante deve responder, em liberdade, por crime ambiental e, se condenado, pode pegar quatro anos de prisão.

Compartilhe: