Sexta-feira, 03 de fevereiro de 2023

Bombeiro preso se masturbando em via pública de Formosa será indiciado pela PC

O homem foi filmado por uma mulher em janeiro deste ano enquanto se masturbava dentro de seu carro com as janelas abertas.

Postado em: 03-02-2022 às 11h48
Por: Redação
O homem foi filmado por uma mulher em janeiro deste ano enquanto se masturbava dentro de seu carro com as janelas abertas | Foto: Reprodução/ g1 Goiás

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) concluiu nessa quarta-feira (2/2), as investigações sobre o caso de um homem morador do Distrito Federal, que apareceu se masturbando em via pública na cidade de Formosa. O acusado é bombeiro militar no DF, e foi filmado por uma mulher em janeiro deste ano enquanto se masturbava dentro de seu carro com as janelas abertas.

A investigação ocorreu por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Formosa. Conforme a investigação, além do caso ocorrido em janeiro, ficou comprovado que o autor havia praticado o mesmo crime no mês de outubro de 2021. Naquela ocasião, a vítima que presenciou os atos era uma menor de idade, que chegou a anotar a placa do veículo, mas não registrou ocorrência policial na época.

Durante seu depoimento, o bombeiro confessou os crimes. Diante dos fatos, ele foi indiciado pelo crime de importunação sexual, que significa qualquer prática de ato libidinoso na presença de alguém de forma não consensual, com objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro.

Continua após a publicidade

Assédio em locais públicos

A situação mais comum é o assédio sofrido por mulheres em meios de transportes coletivo ou locais públicos. Nesses casos, essa prática configura crime de acordo com legislação penal brasileira vigente, com pena de 1 a 5 anos, podendo ser agravada se o agressor tiver relação afetiva com a vítima.

O inquérito policial foi finalizado e remetido ao Poder Judiciário. Com o indiciamento, a Polícia Civil vai comunicar o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal sobre o processo. Caso existam outras vítimas, estas podem procurar a Delegacia da Mulher de Formosa.

Veja Também