Segurança do Prefeito arranca cartaz das mãos de profissionais da saúde durante manifestação

A atitude foi considerada pelo Sindicato como agressiva e reflexo “da postura dessa gestão”

Postado em: 10-02-2022 às 16h24
Por: Augusto Sobrinho
A atitude foi considerada pelo Sindicato como agressiva e reflexo “da postura dessa gestão” | Foto: Reprodução

Durante inauguração de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), na manhã desta quinta-feira (10/02), no Conjunto Riviera, em Goiânia, o segurança do prefeito Rogério Cruz agrediu profissionais devido à manifestação. O Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde de Goiás (SindSaudeGO) organizou a ação para solicitar a data-base dos trabalhadores representados.

“Desrespeito com os servidores da saúde. A atitude lamentável vinda da gestão municipal ocorreu durante a inauguração da UBS do Riviera, que contou com a participação do prefeito e do secretário de saúde. A conduta agressiva da segurança do prefeito reflete a postura dessa gestão municipal: arbitrária, sem diálogo e incoerente com as promessas de campanha eleitoral”, afirmou o SindSaúdeGO.

Na faixa, que os servidores estão segurando, está escrito: “Prefeito, cumpra sua promessa de campanha”. A solicitação do Sindicato é para que a Prefeitura de Goiânia pague a reposição salarial dos servidores referente aos anos de 2020 e 2021, ou seja, a correção salarial e revisão das condições de trabalho dos profissionais da saúde, que atuaram na linha de frente ao combate da pandemia da Covid-19.

Continua após a publicidade

Segundo, eles os profissionais tiveram que enfrentar um cenário caótico em que havia Déficit de funcionário para atender a demanda, falta de papel toalha, soro fisiológico, de medicamentos e até de álcool. A classe vem realizando diversas manifestações e protestos, em cidades goianas, para reivindicar a data-base. A Prefeitura não se posicionou sobre o caso.

Veja Também