22 anos após crime, três réus são condenados por matar prefeito de Monte Alegre de Goiás

Após dez horas de julgamento, três dos quatro réus foram condenados pela morte do prefeito de Monte Alegre de Goiás, José da

Postado em: 11-02-2022 às 10h54
Por: Stéfany Fonseca
Prefeito Zé da Covanda foi morto há 22 anos

Após dez horas de julgamento, três dos quatro réus foram condenados pela morte do prefeito de Monte Alegre de Goiás, José da Silva Almeida conhecido como Zé da Covanca. Segundo o MP, o quarto acusado, Antônio Damasceno está com covid-19 e por isso teve o processo separado dos demais. O julgamento dele será marcado para uma nova data.

A condenação saiu na noite desta quinta-feira (10/2), 22 anos após do crime. De acordo com a denúncia, o crime ocorreu no dia 25 de agosto de 1999 e teve motivação política. Ainda, segundo o inquérito, o prefeito foi morto a tiros na porta de casa. As investigações apontam que, o mandato do crime foi o vice-prefeito à época, Antônio Damasceno.

Apontado como pistoleiro do crime, Luiz Carlos Medeiros foi condenado a 15 anos de prisão, por homicídio qualificado por motivo torpe. José Roberto Macedo Pinheiro recebeu pena de sete anos de prisão por homicídio com concurso de pessoas. Ele foi o motorista dos executores. O policial civil, Floriano Barbo Rodrigues Neto recebeu pena de 14 anos pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe.

Veja Também