Secretaria de saúde e Cufa realizam mutirão de combate a dengue nos bairros de Aparecida de Goiânia

80 pessoas, entre agentes de endemias e voluntários. se uniram para conscientizar população e combater focos da dengue

Postado em: 12-02-2022 às 15h22
Por: Alexandre Paes
80 pessoas, entre agentes de endemias e voluntários. se uniram para conscientizar população e combater focos da dengue | Foto: Enio Medeiros

Na manhã deste sábado (12/2), a secretaria de saúde de Aparecida de Goiânia com o apoio da Central Única das Favelas (CUFA) em Goiás realizaram um mutirão de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, no bairro Madre Germana I. A ação buscou trabalhar a inclusão social e valores como cidadania e meio ambiente.

Os trabalhos de vistoria de imóveis, recolhimento de pneus e fumacê costal tiveram início na Praça Valdson Vieira Sousa, e contou com a presença do vice-prefeito de Aparecida Vilmar Mariano, do secretário de Ação Integrada, Vanilson Bueno, e do presidente da Cufa Goiás, Breno Cardoso. Ao todo foram encontrados 118 focos do mosquito transmissor da dengue durante as vistorias.

“Agentes de saúde e voluntários da CUFA Goiás estão empenhados nesse trabalho, que acontece no sentido de combater criadouros do Aedes. Essa é uma ação conjunta importante em prol da saúde da população”, apontou Vilmar Mariano. Além disso, os moradores foram orientados sobre os cuidados necessários com seus quintais, para evitar focos de dengue.

Continua após a publicidade

80 pessoas, entre agentes de endemias e voluntários da Central Única das Favelas, saíram do local para visitar cerca 2,3 mil imóveis. Um caminhão da Vigilância Ambiental também recolheu pneus velhos e pulverizadores foram usados, dentro e fora dos imóveis.

Breno Cardoso afirmou que essa ação visa proteger a saúde das pessoas. “Essa mobilização local é necessária para que possamos realizar um trabalho forte de conscientização e combate a Dengue. Precisamos ao máximo combater esse inimigo antigo da saúde”, afirmou.

Moradora do bairro Madre Germana, Nilvanda Pereira da Luz recebeu a visita das equipes em sua casa e agradeceu a iniciativa. “É uma ação muito importante para a população. Eu sempre estou de olho onde pode acumular água e sempre faço a limpeza do quintal” afirmou.

Sônia Regina também recebeu visita das equipes na manhã deste sábado. “É muito bom receber o fiscal em casa para olhar a situação do quintal e orientar também sobre os cuidados contra a Dengue”, acrescentou.

De acordo com dados da SMS, Aparecida pó possui 2156 casos notificados de dengue sendo que 765 já foram confirmados. Os quatros bairros com mais notificações são Jardim Tiradentes, Colina Azul, Buriti Sereno e Independência Mansões. 3 óbitos ocorridos neste ano estão em investigação na cidade para diagnóstico da doença.

Veja Também