Goiás passa a mostrar os dados de internação e mortes por Covid-19 dos não vacinados de forma separada

O painel apresenta dados informações sobre os casos, óbitos, vacinação e leitos específicos para tratamento da doença, e apresentará as etnias mais afetadas

Postado em: 17-02-2022 às 15h17
Por: Alexandre Paes
O painel apresenta dados informações sobre os casos, óbitos, vacinação e leitos específicos para tratamento da doença, e apresentará as etnias mais afetadas | Foto: Reprodução

Desde a última quarta-feira (16/2) o Governo de Goiás passou a adotar uma nova forma de separar os dados da pandemia no estado. A partir de agora a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) mostrará, em seu painel de Covid-19, os números de internações e mortes entre as pessoas com esquema vacinal incompleto, ou que não tomaram nenhuma dose das vacinas disponíveis.

Até o momento o estado já contabilizou pouco mais de 1 milhão de casos de coronavírus. Desse total, cerca de 54% das infecções foram em mulheres, e 45% ocorreram em homens. Ao contrário do total de infecções, o número de mortes pela doença e maior entre os homens, chegando a quase 57%, enquanto as mulheres representam 43% do total de 25.423 mil mortes em Goiás.

Os dados serão separados por esquema vacinal, idade e sexualidade. O painel apresenta dados informações sobre os casos, óbitos, vacinação e leitos específicos para tratamento da doença, além disso, apresentará a faixa etária e etnias mais afetadas.

Continua após a publicidade

Com essa mudança, será possível analisar as cidades com maior número de mortes de pessoas contaminadas que acabam vindo a óbito devido a não imunização, ou que tenham esquema vacinal completo e incompleto.

Veja Também