Fevereiro registrou chuvas intensas e irregulares em Goiás; em março clima não deve ser diferente

Março será marcado por temperaturas mais elevadas e instabilidade das chuvas, que podem cair a qualquer hora do dia, sendo mais comum no fim da tarde

Postado em: 04-03-2022 às 12h26
Por: Alexandre Paes
Março será marcado por temperaturas mais elevadas e instabilidade das chuvas, que podem cair a qualquer hora do dia, sendo mais comum no fim da tarde | Foto: Reprodução/Internet

Em Goiânia o mês de fevereiro permaneceu com clima úmido e bastante chuvoso, e as ondas de calor foram registradas com menor intensidade. De acordo com o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), fevereiro foi melhor do que no janeiro registou-se uma média de 401mm de precipitação em 21 dias. Mas como fica a previsão para março?

O gerente do Cimehgo, André Amorim, pontuou que os corredores de umidade trouxeram chuvas rápidas e intensas durante o mês de fevereiro. “Grande parte dos municípios do estado ultrapassaram o volume médio previsto, já outros ficaram abaixo da média, esse é o caso de Aragarças, Formosa, Jataí, Paraúna e outras cidades da região sudoeste”, afirmou.

Uma das preocupações da população é sobre os reservatórios de água para o enfretamento da seca em Goiás, que costuma se iniciar em meados de maio e segue ate setembro. André argumenta que os reservatórios na região sul do estado tiveram uma certa recuperação, mas o cenário ainda deve ser de atenção. “Essas precipitações acabaram não gerado o acúmulo de água previsto, mas as bacias estão com média de 50% e 60% da sua capacidade total”, argumentou.

Continua após a publicidade

Previsão para março

A alta quantidade de chuva em fevereiro atrasou a colheita da safra, o que acabou impactando o plantio da próxima remessa. “No mês de março temos previsão de chuvas irregulares, o que pode comprometer o agronegócio”, ressaltou André.

O Cimehgo alertou que todo o estado permanecerá recebendo chuvas intensas e irregulares, o que pode causar bastante transtorno se vierem de uma vez só. “A previsão é que os temporais continuem, mas venham a diminuir nos próximos dias. O típico clima do fim de verão traz instabilidade e chuvas ocorrendo principalmente no final da tarde e inicio da noite”, concluiu.

A previsão é de que as temperaturas máximas fiquem em torno de 31°C, e as mínimas variam de acordo com as regiões do estado, podendo estar entre 18°C e 21°C. O goianiense pode comemorar as temperaturas amenas, pois a seca se aproxima e o calor deve ser maior esse ano.

Veja Também