Sete pessoas são indiciadas por construir em áreas de preservação permanente, em Goiânia

Postado em: 30-03-2022 às 18h13
Por: Carlos Nathan Sampaio
Operação Ressuscitando o Caveirinha, córrego da capital, contou a Dema e com a Amma | Foto: reprodução

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) realizou, nesta quarta-feira (30/3), a Operação Ressuscitando o Caveirinha. Em conjunto com a Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) de Goiânia, os policiais foram às margens do Córrego Caveirinha, próximo ao residencial Londo Park, na capital, onde foram encontrados construções em Áreas de Preservação Permanente (APPs), cercamento de áreas, lançamento de entulho em áreas brejosas.

Dois autores foram conduzidos à Dema, onde assinaram termo de comparecimento em Juízo para responder pelos crimes ambientais previstos na Lei 9.605/98. Quanto ao local, 7 pessoas já foram indiciadas. A Amma fez a apreensão de betoneira, tijolos, britas e foram lavrados dois autos de infração no valor de R$ 20 mil reais.

Compartilhe: