Inauguração do CMEI Vila Areião acaba em tumulto e detenção de duas pessoas; veja os vídeos

Postado em: 31-03-2022 às 12h42
Por: Alexandre Paes
A Guarda Civil Metropolitana (GCM) reagiu, disparando bombas de gás contra os manifestantes. Dois professores que aparecem no vídeo foram detidos e encaminhados para a central de flagrantes. | Foto: Divulgação

Um tumulto que ocorreu na manhã desta quinta-feira (31/3), marcou a inauguração do CMEI Vila Areião, na região sul de Goiânia. Alguns servidores da educação, que estão de greve, fecharam a rua assim que o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, estava saindo do local. A Guarda Civil Metropolitana (GCM) reagiu, disparando bombas de gás contra os manifestantes. Dois professores que aparecem no vídeo foram detidos e encaminhados para a central de flagrantes.

Na imagens é possível ver que um manifestante passa por cima do carro em que o prefeito estaria. A partir daí ocorreu uma confusão generalizada, e nota-se que os guardas municipais seguram e prendem duas pessoas. De acordo com os manifestantes o prefeito não chegou a ser agredido, e que os agentes da GCM fizerem um cordão de proteção em torno do prefeito.

A partir desde momento um dos manifestantes subiu em cima do carro pois o motorista estava avançando a rua sem se preocupar com os servidores que estavam no protesto. Em conversa com uma professora que estava no local, ela comenta que a GCM foi agressiva. “É triste saber que no exercício de exigir o nosso direito, somos recebidos com gás lacrimogênio, spray de pimenta, chutes e socos”, afirmou a servidora.

Em nota, a Prefeitura de Goiânia lamentou as cenas de desrespeito e violência promovidas por alguns manifestantes, e disse que para conter os manifestantes e garantir a segurança do prefeito, agentes da Guarda Civil Metropolitana intervieram, com uso progressivo da força, para desobstruir a passagem do veículo.

O órgão ainda ressalta que trabalha para identificar os agressores e espera não se tratar de professores, cuja missão é atuar na transformação da sociedade pela educação, pelo exemplo, e pela defesa de uma sociedade consubstanciada na cultura da paz.

Compartilhe: