Homem é preso em Senador Canedo suspeito de extorquir e sequestrar motorista de aplicativo

Postado em: 08-04-2022 às 13h02
Por: Jennifer Neves
O suspeito agiu com ajuda de uma mulher e roubaram celular e senhas dos cartões de débito, além de terem feito transações por meio do Pix da vítima

Um homem suspeito de extorquir um motorista de aplicativo foi preso, nesta quinta-feira (07/04), pela Operação POP 158 da Polícia Civil de Goiás. Ele está em prisão preventiva por extorsão qualificada, mediante restrição de liberdade.

No último dia 18 de fevereiro, o suspeito, que não teve o nome divulgado, pediu uma corrida em um aplicativo junto com a parceira, partindo do Shopping Flamboyant, em direção ao Setor Rosa dos Ventos, em Aparecida de Goiânia. Ao chegarem no destino, o homem mandou que o motorista encerrasse a corrida e disse para que colocasse no aplicativo que a corrida seria paga em dinheiro. Em seguida, o suspeito sacou uma arma de fogo e mandou a vítima desligar o carro. 

Feito isso, a mulher que estava junto abriu a porta do veículo e ambos levaram o motorista até um local remoto, onde realizaram uma espécie de revista para verificar se a vítima portava alguma arma de fogo. Ele foi trancado dentro do porta-malas e teve os pertences pessoais roubados, como o celular e a carteira. Além disso, os criminosos exigiram que o motorista passasse as senhas bancárias dos cartões de débito.

Os suspeitos tentaram fazer saques em agências bancárias e transferências por Pix, bem como efetuaram compras em estabelecimentos comerciais da cidade. A vítima conseguiu escapar do porta-malas e denunciar o crime.

Após investigações do Grupo Antissequestro (Deic/Gas), foram empregadas diligências para traçar o trajeto feito pelos suspeitos durante e após o crime. Com as provas obtidas, a Polícia Civil efetuou a prisão temporária do suspeito e fez buscas domiciliares na casa do autor, em Senador Canedo.  Ele também já foi autuado anteriomente por outros crimes de extorsão qualificada. 

Após a prisão, a mulher também foi identificada e será indiciada. 

Compartilhe: