Influenciadora que atropelou duas mulheres tem prisão preventiva decretada; entenda o caso

Na ocasião, Murielly Alves Costa atropelou duas mulheres e matou uma delas, em Goiânia

Postado em: 23-04-2022 às 16h00
Por: Maria Paula Borges
Na ocasião, Murielly Alves Costa atropelou duas mulheres e matou uma delas, em Goiânia | Foto: reprodução

A justiça determinou a prisão da influenciadora e empresária Murielly Alves Costa, detida em flagrante por atropelar duas mulheres e matar uma delas em Goiânia. A determinação aconteceu na noite da última sexta-feira (23/4) e, segundo a Polícia Civil, Murielly jogou o carro contra uma das mulheres, que foi prensada contra uma pilastra, após briga em uma distribuidora de bebidas na última quinta-feira (21/4).

O juiz Carlos Luiz Damacena afirmou na decisão que as ações da influenciadora “revelam total desprezo” e que a prisão preventiva, além de necessária e cabível, é adequada, “uma vez que o crime, por sua própria natureza, é grave”.

Entretanto, a defesa da família da vítima havia pedido a conversão da prisão e a alegação foi de que “a prisão preventiva da autuada é medida de extremo rigor, a fim de garantir a ordem pública, que ficou abalada com a brutalidade que o crime foi cometido, bem como a repercussão midiática do caso”.

Continua após a publicidade

Caso

Segundo Marcos Gomes, delegado responsável pelo caso, Murielly chegou embriagada na distribuidora de bebidas e que, no local, causou confusão com várias pessoas, inclusive o proprietário do estabelecimento. As vítimas tentaram intervir, gerando uma nova discussão.

Em determinado momento, uma das mulheres chegou a jogar um copo de cerveja em Murielly e, em seguida, a suspeita entrou no carro e foi embora. Minutos depois ela retornou ao local e atropelou as vítimas.

Em seguida, a vítima tentou pegar a chave do carro de Murielly, mas a influenciadora acelerou o veículo e a prensou em uma pilastra. A mulher, Bárbara Angélica, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Já a outra vítima foi levada ao hospital e já recebeu alta.

Após o crime, Murielly fugiu do local, mas foi encontrada por policiais na cidade de Nerópolis. De acordo com o depoimento da influenciadora à Polícia Militar, ela não se lembrava do ocorrido. Então, as imagens gravadas por câmeras de segurança foram mostradas e ela se reconheceu nas imagens.

Veja Também