Campanha vai conscientizar goianienses sobre respeito à faixa de pedestres

Postado em: 05-05-2022 às 08h04
Por: Redação
Em Goiânia, somente neste ano já foram registradas 45 vítimas fatais em acidentes de trânsito, conforme mostrado nesta semana pelo O Hoje | Foto: Pedro Pinheiro

Por Daniell Alves

A campanha Maio Amarelo, voltada à conscientização no trânsito, foi lançada ontem (4) pela Prefeitura de Goiânia. Neste ano, o tema é “Eu respeito a faixa, juntos salvamos vidas”. O objetivo da campanha é chamar a atenção para os números relacionados à violência no trânsito em todo o mundo. Com isso, propõe ações de conscientização nas mais diversas esferas. 

Em Goiânia, por exemplo, somente neste ano, foram registradas 45 vítimas fatais em acidentes de trânsito, conforme mostrado nesta semana pelo O Hoje. Ainda que não haja números oficiais mais recentes pelo Ministério da Saúde (MS), o movimento aponta que órgãos locais já divulgaram seus dados, e que a tendência é de aumento no índice de vítimas fatais no biênio mais recente.

A ação busca engajamento da sociedade para o respeito à sinalização de trânsito. Para isso, foram disponibilizadas mídias diversas, de forma gratuita, entre vídeos e peças publicitárias liberadas para compartilhamento entre os goianienses. 

Faixas

Na Capital, o Maio Amarelo foca no respeito às faixas de pedestre, em especial, as não semaforizadas. As ações têm papel multisetorial, uma vez que envolvem obras, transporte coletivo e outras áreas estruturantes. 

A campanha publicitária ressalta o engajamento de toda a sociedade pela conscientização sobre a importância do uso da faixa, tanto pelo pedestre quanto pelos condutores. “O condutor deve ter a consciência de que o veículo pode ceifar vidas. Parar na faixa é respeitar a vida”, afirma Rogério Cruz. 

Em um dos vídeos, as imagens mostram a sinalização em vias públicas da capital, e na porta de instituições de ensino. Além das peças publicitárias, serão realizadas ações educativas em escolas municipais, blitz educativas e avançadas ao longo da campanha, com vistas à promoção da mudança de comportamento no trânsito. 

Dados alarmantes

O secretário municipal de Mobilidade, Horácio Mello, ressalta que as mortes no trânsito configuram um problema alarmante no mundo todo. Por isso, na Capital, o foco será na educação no trânsito e, especificamente na campanha, terá foco na conscientização sobre o respeito à faixa de pedestre não sinalizada e semaforização. “Temos mais de duas mil faixas não semaforizadas, fora 780 em cruzamentos semaforizados, e o projeto é ampliar, tanto esse número quanto a visibilidade das mesmas”. 

Já o presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO), Eduardo Machado, anunciou projetos de educação no trânsito nas escolas públicas do Estado. Para isso, disse contar com o apoio das autoridades de trânsito municipais em uma “gestão uníssona, para que juntos preservemos vidas”.

Compartilhe: