Temperaturas podem chegar próximas de zero grau em cidades goianas

A expectativa é que as temperaturas fiquem mais baixas a partir desta quarta-feira, 18 de maio até a próxima terça-feira, 24 de maio. 

Postado em: 16-05-2022 às 08h25
Por: Sabrina Vilela
A expectativa é que as temperaturas fiquem mais baixas a partir desta quarta-feira, 18 de maio até a próxima terça-feira, 24 de maio | Foto: Reprodução

A partir da próxima semana, os goianienses vão poder tirar dos armários os agasalhos. De acordo com especialistas, as temperaturas devem ficar praticamente abaixo de zero em algumas cidades. Segundo o gerente do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), André Amorim, as temperaturas passarão por uma instabilidade. 

“Segunda e terça teremos o avanço de uma frente fria que vai provocar áreas de instabilidade aqui no estado de Goiás, ou seja, pequenos picos de chuvas em áreas bem localizadas. Após a passagem da frente fria, na quarta-feira, teremos o avanço de um ar frio de origem polar que vai projetar em toda a parte centro-sul do Brasil um ar frio e consequentemente aqui em Goiás”.

O estado terá temperaturas bem baixas, que segundo André Amorim, em cidades como Jataí chegará próximo a zero graus e até negativos. “Na região suldoeste ficarão bem mais baixas até na região Norte como em Porangatu, por exemplo estamos com estimativa de temperatura de nove graus”. A expectativa é que as temperaturas fiquem mais baixas a partir desta quarta-feira, 18 de maio até a próxima terça-feira, 24 de maio. 

Continua após a publicidade

Com a chegada da massa de ar polar e consequentemente temperaturas mais baixas pode trazer prejuízos ao produtor rural. “Poderemos ter um problema com geadas aqui no Estado. Ela provoca prejuízo para o produtor rural porque seca a planta e infelizmente a planta sofre com a geada porque quando o ar frio chega em cima dessa camada fina de água nas plantas e congela, isso queima as plantas”, explica André Amorim. Segundo ele, as perdas são maiores em cultivares como o milho e também nos hortifrútis, o que pode fazer aumentar ainda mais a inflação em cima desses alimentos.

Veja Também