Frente fria deve registrar 5°C em Goiânia nesta sexta (20) e seguir durante o fim de semana

Postado em: 20-05-2022 às 05h10
Por: Daniell Alves
CimehGO prevê temperaturas abaixo do esperado para o mês de maio em todo o Estado | Foto: Pedro Pinheiro

O frio deve permanecer mais alguns dias na Capital. Nesta sexta-feira (20), a mínima em Goiânia deve chegar a 5ºC, segunda menor temperatura registrada desde 1994, quando uma frente fria fez com que os goianienses sentissem um frio de 2,6ºC. O Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (CimehGO) prevê a ocorrência de temperaturas abaixo do esperado para o mês de maio, em todas as regiões do Estado.

Na madrugada de quarta-feira (18), os termômetros mediram 10,4ºC na capital, a menor temperatura de 2022 em Goiânia. Em Mineiros, no Sudoeste goiano, o frio foi mais intenso, chegando a 4,8ºC. Até mesmo cidades em que o clima tradicionalmente é mais quente, como no caso de Porangatu, no Norte do Estado, as quedas estão sendo mais acentuadas. Até o fim de semana, o município pode registrar temperatura mínima em torno de 13ºC.

A secretária da Secretaria de Meio Ambiente do Estado, Andréa Vulcanis, ressalta a importância dos prognósticos elaborados com antecedência de até 15 dias. “Por meio dos boletins informativos é possível antever desastres e traçar estratégias e políticas de governo no sentido de mitigar os danos causados por fenômenos naturais. É o caso, por exemplo, da parte centro/sul do Estado, onde temperaturas abaixo de 5ºC favorecem a formação de geadas e, com isso, ocasionar danos às lavouras”, explica. 

Na semana passada, após o alerta de baixas temperaturas feito pelo Centro, uma reunião de alinhamento de ações foi realizada para que medidas emergenciais fossem adotadas pelas defesas civis do Estado e dos municípios, Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO), Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), prefeituras e demais órgãos da Administração Pública.

Previsões

Segundo o gerente do CimehGO, André Amorim, a massa de ar polar, que coincidiu com a passagem de um ciclone extratropical no Sul do país, deve trazer mais umidade, com ventos fortes e temperaturas baixas para os próximos dias. As menores temperaturas foram registradas na quinta-feira, mas o frio intenso deve continuar até domingo. A partir da próxima segunda-feira (23), as temperaturas voltam a subir ao longo do dia, mas as manhãs seguem geladas.

Oscilação 

Com isso, a atmosfera deve continuar instável e variando entre aumento de nuvens e chuvas isoladas e declínio de temperatura. O Estado tem registrado temperaturas mais baixas pela manhã e à tarde o sol aparece, deixando a temperatura mais alta. O fenômeno é chamado de amplitude térmica, explica a chefe regional do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Elizabete Alves. 

“À noite, principalmente quando não tem nuvem no céu, perde radiação, perde energia para a atmosfera. A superfície fica mais fria na medida que vai amanhecendo. A gente tem aquela perda de radiação esfria bastante pela manhã. Com o nascer do sol, vai aquecendo novamente e atinge temperaturas mais elevadas”, diz. 

Segundo ela, quando tem atuação de frente fria os ventos são mais frios e a corrente de ar, acaba ocasionando resfriamento da superfície, declinando a temperatura pela manhã. “Quando a frente fria é mais intensa fica a nebulosidade, mas não irá aquecer da mesma forma. Temos essas condições nesse período de outono e inverno, quando predomina a amplitude térmica”, afirma. 

Doações

O frio registrado nos últimos coloca em pauta a vulnerabilidade das pessoas em situação de rua. Algumas instituições e empresas de Goiânia estão arrecadando cobertores. A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) instalou nove pontos diferentes em Goiânia.

Os doadores terão até o dia 25 de maio para entregar os itens, que podem ser novos ou usados e devem estar em bom estado de conservação. As peças serão distribuídas ao longo dos meses mais frios do ano a entidades sociais, famílias vulneráveis, pessoas em situação de rua e refugiados. (Especial para O Hoje).

Compartilhe: