Homem que matou a ex-mulher e seu parceiro é condenado a 33 anos de prisão, em Goiânia

Postado em: 08-06-2022 às 12h46
Por: Victória Vieira
De acordo com a Polícia Civil, a relação era marcada por ameaças e agressões físicas e verbais praticadas pelo homem | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Na terça-feira (7/6), um homem foi condenado por 33 anos de prisão após matar a ex-namorada e o seu atual. Sarapião Barbosa, de 45 anos, perseguiu a vítima após o fim do casamento, escalou o muro da casa dela e atirou no casal. O crime ocorreu no bairro Garavelo, em Goiânia.

A sentença foi dada pelo júri popular, através do juiz Jesseir Coelho de Alcântara, que teve inicio na manhã de ontem e só foi finalizado ao final da tarde. O crime está sendo julgado desde outubro de 2019. Ao que parece, Sebastião estava há dois meses separado de Lioci Souza, o casamento durou 19 anos. De acordo com a Polícia Civil, a relação era marcada por ameaças e agressões físicas e verbais praticadas pelo homem. Ele não aceitava o fim do relacionamento e começou a persegui-la, pois achou que a mulher estava o traindo.

No dia do crime, segundo a denúncia, ele havia recebido a ligação de uma pessoa desconhecida e saiu da casa de seu primo, indo ao encontro da sua ex. Sarapião deixou seu carro em uma rua próxima e foi andando até a residência da mulher. Com isso, ele pulou o muro e encontrou sua ex junto com o atual namorado, Josué Carlos Monteiro de Oliveira. O homem atirou várias vezes contra os dois, e logo depois, fugiu do local do crime.

O Ministério Público de Goiás (MPGO) argumenta que o acusado utilizou um recurso que dificultou a defesa das vítimas e foi julgado por crimes de feminicídio, homicídio e posse regular de arma de fogo.

A defesa de Sarapião Barbosa ainda não se manifestou sobre a sentença proposta.

Compartilhe: