Novo filhote de tamanduá-bandeira chega aos zoológicos de Goiânia; saiba mais como visitar

Postado em: 08-06-2022 às 14h06
Por: Victória Vieira
O local libera visitações de quarta-feira à domingo, a partir das 08h30 às 17h. Crianças de 04 a 12 anos de idade, em especial, os estudantes, têm direito à meia-entrada, apresentando o documento escolar | Foto: Reprodução/ Agetul

A Agência de Turismo Eventos e Lazer (Agetul), em conjunto com a Prefeitura de Goiânia na terça-feira (7/6), apresentaram o mais novo integrante do zoológico de Goiânia, o Ploc, filhote do tamanduá-bandeira. Para quem deseja visitar a mãe e filhote, a entrada já está disponível.

O presidente da Agetul, Valdery Júnior explica que antes do Zoológico anunciar o nascimento do animal, Ploc precisou passar por período de adaptação. Ele nasceu em março, e passou a maior parte do tempo conectado ao dorso da mãe. “A espécie, ameaçada de extinção, encontrou no parque um ambiente confortável e seguro para se reproduzir”, disse.

O animal apresenta uma alimentação exclusivamente baseada em leite, já sua mãe, Amora, tem uma dieta balanceada, compostas por leite morno, coalhada, sustagen de morango, ovos, banana, mamão e ração canina. Isso tudo é organizado pela equipe de nutrição do Zoológico. ” Até hoje, apenas os veterinários e tratadores do setor tiveram acesso ao recinto, para garantir que a fêmea não se sentisse ameaçada e pudesse abandonar o filhote. Com essa idade, o bicho ainda é totalmente dependente da mãe, tanto para sua proteção, quanto para se alimentar”, comentou Valdery.

O nome do animal é pelo fato dele ser unissex ou neutro, foram os veterinários do local que o nomearam. ” Como não podemos manipular o animal, ainda não sabemos o sexo. A mãe carrega o filhote no dorso por 06 a 09 meses, e não queremos interferir na naturalidade e experiência nesses primeiros momentos de interação entre os dois”, enfatizou.

Amora chegou ao Parque no dia 27 de fevereiro de 2019, e César, pai de Ploc, chegou dia 7 de julho de 2015. Eles foram resgatados pelo centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O local libera visitações de quarta-feira à domingo, a partir das 08h30 às 17h. Crianças de 04 a 12 anos de idade, em especial, os estudantes, têm direito à meia-entrada, apresentando o documento escolar. O valor dos ingressos são R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (meia entrada). Entretanto. é necessário ter atenção, pois os ingressos são vendidos somente até às 16h.

Compartilhe: