Procon Goiânia: Flores e motéis registram recorde de preços próximo ao Dia dos Namorados

Postado em: 08-06-2022 às 18h17
Por: Ícaro Gonçalves
Entre os presentes com as maiores variações estão: loção pós-barba, tênis, flores e diárias em suítes de motéis | Foto: Divulgação/Procon Goiás

Uma pesquisa divulgada pelo Procon Goiânia nesta quarta-feira (8/6) apontou alta variação de preços em cerca de 30 produtos e serviços relacionados ao Dia dos Namorados. Entre os presentes com as maiores variações estão: loção pós-barba, tênis, flores e diárias em suítes de motéis.

A equipe do Procon Goiânia visitou 38 estabelecimentos comerciais na capital entre os dias 1º e 7 de junho. Os agentes avaliaram itens de diferentes marcas e modelos, como eletrônicos, celulares, artigos esportivos, perfumes, cosméticos, calçados e cestas de café da manhã.

Entre os recordistas de preços, a loção pós-barba registrou variação de 240,98% entre um comércio e outro. Alguns tênis femininos registraram 112,52% de diferença. Os perfumes tiveram as menores variações de preços: entre 0,02% a 2,04%.

“Se o consumidor realizar, por exemplo, a compra de todos esses itens pelo menor valor, a despesa será de R$ 508,39. Caso se depare com o maior preço, a despesa sobe para R$ 1.203,82”, informou o Procon. Ou seja, a pesquisa pode auxiliá-lo a economizar até R$ 695,43.

Para o presidente do Procon Goiânia, Júnior Café, pesquisar é a melhor alternativa para conseguir um preço justo na hora da compra. “Pesquisa é o melhor caminho para que o consumidor faça economia e tenha satisfação na compra dos produtos. Busque o produto conforme a necessidade, e que esteja dentro do seu orçamento,” orienta.

Dicas ao consumidor

• Para os consumidores que vão adquirir produtos ou contratar serviços típicos desta data, a orientação é pesquisar preços, e evitar comprar por impulso.

• Antes de adquirir um produto em promoção, verifique se as vantagens oferecidas atendem às necessidades de quem compra e de quem será presenteado.

• Para quem deseja fazer a compra pela internet, é preciso buscar recomendações e informações sobre o site. Verifique se o fornecedor tem endereço físico, CNPJ, e se disponibiliza canal de atendimento ao consumidor.

• É interessante checar a política de pós-venda da empresa e, além disso, trocar a senha regularmente para evitar clonagens.

• De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, para compras feitas em sites, redes sociais e telefone, os consumidores têm sete dias para se arrepender, cancelar a compra, devolver o produto e pedir o dinheiro de volta. O prazo passa a contar da data de entrega do produto.

Compartilhe: