Polícia Civil prende em flagrante homem que matou vítima dentro de agência dos Correios, em Goiânia

Nesta segunda-feira (4/7), a Polícia Civil de Goiás (PCGO) prendeu em flagrante Thales Jhovanelly Moreira Fontenele, suspeito de matar a vítima Demetrius

Postado em: 04-07-2022 às 19h51
Por: Ícaro Gonçalves
De acordo com o apurado, Thales teria desferido três facadas contra a vítima, a primeira delas pelas costas | Foto: Divulgação/PCGO

Nesta segunda-feira (4/7), a Polícia Civil de Goiás (PCGO) prendeu em flagrante Thales Jhovanelly Moreira Fontenele, suspeito de matar a vítima Demetrius Moreira Silva Pereira dentro de uma agência dos Correios no Jardim América, em Goiânia. Segundo a PCGO, Demetrius morreu com golpes de faca.

A prisão ocorreu por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH). De acordo com o apurado, Thales teria desferido três facadas contra a vítima, a primeira delas pelas costas. O motivo do crime seria uma discussão de ambos, ocorrida na semana anterior, em razão de uma peça de capacete.

Para evitar a prisão, o suspeito se apresentou espontaneamente em uma delegacia de polícia da capital. Mas como as perseguições policiais já haviam se iniciado, a prisão ocorreu por incidir na hipótese flagrancial prevista no art. 302, III, do Código de Processo Penal.

Continua após a publicidade

A DIH ainda representou ao Poder Judiciário pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva, considerando a futilidade do crime. O suspeito agora se encontra à disposição da Justiça.

Nota dos Correios:

Os Correios lamentam o ocorrido e informam que a vítima era funcionário de agência terceirizada, ou seja, não integrava o quadro de empregados da estatal. A empresa está à disposição das autoridades, se necessário. O prestador de serviço segue acompanhando as investigações que estão sendo conduzidas pelos órgãos competentes.

Veja Também