Novo Terminal Isidória será inaugurado após três anos de obras

Prefeito Rogério Cruz ressalta que a obra é grandiosa e contemplará aproximadamente 1,5 milhão de passageiros por mês.

Postado em: 23-07-2022 às 08h05
Por: Maria Paula Borges
Prefeito Rogério Cruz ressalta que a obra é grandiosa e contemplará aproximadamente 1,5 milhão de passageiros por mês. | Foto: Reprodução

A inauguração do novo Terminal Isidória tem data marcada na agenda da Prefeitura de Goiânia. Devido a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, e da presença da secretária nacional de Mobilidades, Sandra Holanda, a solenidade acontecerá nesta segunda-feira (25), às 9h. O evento marca a reestruturação completa do terminal que deve receber ônibus do BRT (Ônibus de Trânsito Rápido) Norte-Sul futuramente.  

Com a reforma, a área do terminal, que anteriormente era de 2,1 mil, passou para 7,9 mil metros quadrados, número três vezes maior que o antigo. A estimativa feita pela prefeitura é que cerca de 1,5 milhão de passageiros devem passar pelo Isidória mensalmente.  

Segundo o prefeito Rogério Cruz (Republicanos), as obras de modernização e adequação do terminal são o resgate do compromisso da prefeitura de investir em melhorias no transporte público, visando o bem-estar das pessoas que o utilizam. “É um projeto de alta qualidade. A nova estrutura é inovadora, oferece conforte, acessibilidade e conectividade aos passageiros de ônibus”. 

Continua após a publicidade

O novo terminal terá ainda quatro plataformas comuns para embarque e desembarque de passageiros, além de uma específica para o BRT. O espaço terá banheiros, lanchonetes, área de apoio administrativo e elevador. Além disso, conta com extensão de 8 mil m² cobertos por metal, propiciando temperaturas mais amenas internamente, são 35 pilares de 11 metros cada e 7,1mil metros quadrados de pavimento de concreto.  

Os passageiros terão ainda acesso a rede Wi-Fi, com limite de tempo, com cinco roteadores funcionando para garantir a qualidade do sinal de internet. A rede utilizada pelos clientes será diferente da usada pela prefeitura na gestão do terminal, em um projeto elaborado na mesma premissa do BRT de terminais tecnológicos. 

Segurança

A Central de Controle e Operação (CCO) vai cuidar da segurança no local com auxílio de 32 câmeras de vigilância, em que 30 são fixas e instaladas nas entradas e plataformas de embarque, e duas que podem se movimentar em 360º, com resolução e poder de alcance ampliados, chamadas de ‘Speed Dome’. O acompanhamento será feito pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) e pela Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM), o dia inteiro.  

Além disso, o terminal terá duas câmeras de leitura, instaladas para capturar placa e hora de cada ônibus que passar pelo local, visando coletar dados úteis principalmente para a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), responsável por fiscalizar o cumprimento da planilha de horários, e instalação de monitores que informam aos passageiros a previsão da chegada e saída dos veículos.  

Vale ressaltar que a segurança se torna mais importante visto que cerca de 60 mil usuários por dia devem passar pelo terminal, de segunda a sexta-feira, 21 mil aos sábados e 8 mil aos domingos, e 22 linhas cruzarão o terminal, conforme informações da prefeitura. 

Veja Também