Responsáveis pelo cinema do Banana Shopping são indiciados por incêndio culposo

A investigação considerou responsabilidade dos empresários porque eles não haviam solicitado as inspeções para elaboração do certificado de conformidade do local

Postado em: 28-07-2022 às 09h38
Por: Alexandre Paes
A investigação considerou responsabilidade dos empresários porque eles não haviam solicitado as inspeções para elaboração do certificado de conformidade do local | Foto: Reprodução

Os donos do cinema do Banana Shopping, Adriano Oliveira Santos e Gerson Santos Da Silva, foram indiciados por incêndio culposo, quando não há a intenção de causar o resultado. A investigação considerou responsabilidade dos empresários porque eles não haviam solicitado as inspeções para elaboração do certificado de conformidade do local.

O inquérito lista os detalhes da ocorrência, que foi registrada em 4 de abril, por volta das 16 horas. Os militares do Corpo de Bombeiros relataram que o incêndio começou em uma das salas de cinema, diante disso, tentaram utilizar o hidrante mais próximo, porém não obtiveram sucesso porque não saía água. Por conta desta situação, o trabalho sofreu atraso no combate às chamas e os militares içaram uma mangueira para o trabalho.

Os bombeiros precisaram de ajuda de outras equipes e veículos. O incêndio só foi extinto por volta das 21h, após 5h de combate. De acordo com o relatório do inquérito, o alarme sonoro soou depois das 21 horas, quando o incêndio já havia sido encerrado. Quatro das cinco salas de cinema foram afetadas. O restante do shopping não foi atingido e não houve vítimas.

Continua após a publicidade

De acordo com o relatório da investigação, que foi encaminhado para o Ministério Público, foram comprovadas autoria, materialidade delitiva e as circunstâncias do caso.

Ainda de acordo com o documento, os empresários foram indiciados por incêndio culposo, que tem como pena de três a seis anos de prisão e multa. Em nota, o Cinex informou que o empresário responsável pelo cinema aguarda orientações do departamento jurídico para fornecer informações complementares.

Veja Também