Polícia identifica depósito clandestino de botijões de Gás em Aparecida de Goiânia

Proprietário do local deve responder por crime ambiental e crime contra as relações de consumo

Postado em: 18-08-2022 às 08h47
Por: Francisco Costa
Proprietário do local deve responder por crime ambiental e crime contra as relações de consumo (Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil – junto com a Guarda Civil Municipal de Aparecida de Goiânia, a Fiscalização de Posturas, o Procon Goiás e Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) – deflagrou uma operação que identificou um depósito clandestino de botijões de gás em uma residência da cidade. A ação foi motivada por denúncia anônima e ocorreu na quarta-feira (17).

Segundo a Polícia, a casa estava com 15 botijões de gás de 13kg estocados de forma irregular – 14 deles cheios. Em entrevista, o titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), Webert Leonardo Lopes, informou que existiam residências ao lado e que os produtos são nocivos e tinham risco de explosão. “Nosso objetivo era tutelar a segurança dos vizinhos”, destacou.

Ele explicou, ainda, que é crime ambiental e crime contra as relações de consumo estocar botijões de forma irregular. Os itens, inclusive, foram apreendidos e levados a um depósito que possui credenciamento pela ANP.

Continua após a publicidade

Em relação às sanções, o Procon realizou autuação administrativa, a prefeitura de Aparecida a autuação por falta de licenças diversas e a Polícia Civil abriu inquérito para investigar o proprietário do local. O caso aconteceu no Setor Colina Azul. Além dos botijões, as autoridades encontraram uma moto para entrega. Não houve prisão.

Veja Também