Menino de 9 anos é a primeira criança com Monkeypox em Goiás

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o menino que mora em Luziânia, está sendo monitorado e passa bem.

Postado em: 18-08-2022 às 09h56
Por: Mariana Fernandes
A mãe de Miguel, Sabrina Biffe Rodrigues dos Santos, explica que os sintomas começaram no início do mesmo de agosto | Foto: Reprodução

A primeira criança confirmada com varíola dos macacos em Goiás foi Miguel Biffe Rodrigues dos Santos, de 9 anos. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o menino que mora em Luziânia, entorno do Distrito Federal, está sendo monitorado e passa bem. 

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO), o caso foi confirmado  nesta terça-feira (16). A mãe de Miguel, Sabrina Biffe Rodrigues dos Santos, explica que os sintomas começaram no início do mesmo de agosto, mas que inicialmente a criança apresentou apenas febre, e depois as feridas. 

Segundo o secretário municipal de Saúde de Luziânia, Gonçalo Henrique de Sousa, nenhuma pessoa próxima a Miguel, seja  família, vizinhos ou amigos, representaram sintomas da doença.  “Qualquer pessoa que apresente os sintomas: dor de cabeça, febre, manchas pelo corpo e principalmente as erupções deve procurar as unidades de saúde e terão o tratamento adequado”, garantiu o secretário.

Continua após a publicidade

Alerta às escolas

Para Flúvia Amorim, superintendente em Vigilância de Saúde, o diagnóstico da doença acende um alerta nas escolas. “Se aparece um caso em uma escola, essa escola precisa notificar o serviço epidemiológico para que haja um rastreamento dos possíveis contatos desse caso”, enfatiza. 

No entanto, ela ressalta que só há a necessidade de isolamento para o caso da apresentação de sintomas.

Varíola dos macacos em Goiás

Segundo dados divulgados pela Secretaria do Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), até a última quarta-feira (17), foram registrados 121 casos confirmados para varíola dos macacos. Dos pacientes 119 são homens e apenas dois são mulheres. 

A secretaria já descartou 113 casos investigados e ainda apura outros 286 pacientes que estão com suspeita da doença. 

Veja também: Goiás registra dois primeiros casos de varíola de macacos em mulheres

Veja Também