Motorista de app é preso suspeito de abusar de passageiras, em Aparecida de Goiânia

O primeiro caso que a polícia tomou conhecimento foi na última quinta-feira (22)

Postado em: 27-09-2022 às 16h10
Por: Lorenzo Barreto
Paulo Henrique Ribeiro da Costa, de 28 anos | Foto/Divulgação

A polícia prendeu, na segunda-feira (26/9), um motorista de aplicativo por suspeita de ter abusado sexualmente de duas passageiras em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital de Goiás. Há suspeita de mais vítimas.

O primeiro caso que a polícia tomou conhecimento foi na última quinta-feira (22). A passageira denunciou que o motorista Paulo Henrique Ribeiro da Costa, de 28 anos, a elogiou de forma invasiva e passou a mão nas pernas dela. Como se não bastasse, o suspeito ainda teria agredido a vítima com murros e pontapés.

A mulher relatou para a polícia que conseguiu reagir e chutou o motorista. Em seguida ela desceu do carro e saiu correndo pedindo socorro. Uma senhora que estava no local, colocou a vítima em seu carro e a ajudou a fugir.

Continua após a publicidade

O segundo caso aconteceu no dia seguinte, 23 de setembro. A vítima relatou para a Polícia Civil que, assim como no primeiro caso, Paulo Henrique começou a abordagem fazendo elogios invasivos.

Na sequência, o motorista teria feito um trajeto diferente do indicado no aplicativo, levando a vítima para uma rua escura, onde parou o veículo e pediu um beijo. Além disso, ele teria falado que ia levar a passageira ao motel, enquanto apertava a perna dela.

A mulher então conseguiu descer do carro e correu até uma venda de espetinho, onde pediu socorro. O motorista vai responder por lesão corporal e importunação sexual.

Veja Também