Quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

Atentados: o que se sabe sobre o atirador de 16 anos que matou 3 pessoas

Após ter sido apreendido, o jovem confirmou planejar o ataque há dois anos

Postado em: 25-11-2022 às 18h33
Por: Ana Bárbara Quêtto
Após ter sido apreendido, o jovem confirmou planejar o ataque há dois anos | Foto: Reprodução

O autor dos atentados que deixaram três pessoas mortas e outras 13 feridas em duas escolas de Aracruz, nesta sexta-feira (25/11), tem 16 anos. Após ter sido apreendido, o jovem confirmou planejar o ataque há dois anos e que a arma usada seria de seu pai, que é tenente da Polícia Militar do Espírito Santo. A motivação, no entanto, ainda é investigada.

Em coletiva de imprensa realizada na Escola Primo Bitti, local do atentado, o governador capixaba Renato Casagrande disse que alguns dos detalhes que já foram apurados sobre o crime. Leia:

O adolescente armado, vestindo uma farda camuflada e com o rosto coberto, por volta das 9h50, arrombou o cadeado do portão da escola pública e seguiu em direção à sala dos professores, onde atirou em docentes. Duas morreram.

Continua após a publicidade

Leia também: Ataques a tiros em escolas do Espírito Santo deixam três mortos

Em seguida, ele retornou ao carro e se dirigiu ao segundo colégio, dessa vez particular, onde também disparou contra quem via pela frente. No local, uma menina de 11 anos faleceu. Ao todo, 13 pessoas ficaram feridas.

Ele, então, fugiu com o carro, que tinha a placa coberta por fitas, mas, horas depois foi capturado. De acordo com as autoridades policiais, ele e a mãe colaboraram para que o filho se entregasse.

Leia também: Estudantes de Anápolis concorrem Jogos Escolares Brasileiros, no RJ

Quem são as vítimas?

As vítimas são duas professoras, que foram baleadas na escola pública, onde ocorreu o primeiro ataque. Já na segunda escola, uma criança, de apenas 11 anos, foi atingida. Os nomes ainda não foram divulgados.

Leia também: Carro é destruído após bater contra poste em Avenida de Anápolis; Veja

Automóvel

Após o crime, o atirador entrou no veículo, um Renault Duster dourado, visto por várias testemunhas, e fugiu. Agora, a polícia sabe que ele voltou para casa para devolver o automóvel, que pertence ao pai dele. O carro chegou a ser apreendido junto com o rapaz.

Veja Também