Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Goiânia é intitulada ‘Capital da Moda’ em feira internacional de turismo

O objetivo é que atrair compradores latino-americanos

Postado em: 02-12-2022 às 08h00
Por: Alexandre Paes
O objetivo é que atrair compradores latino-americanos. | Foto: Reprodução

Realizado entre quinta e sexta-feira (1º e 2/12), Goiânia foi promovida como ‘Capital da Moda’, durante o Fórum Internacional de Turismo do Iguassu, que integra a 17ª edição do Festival das Cataratas, em Foz do Iguaçu (PR). De acordo com a Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo), o evento conta com um estande exclusivo para apresentação de atrativos goianos como a Rota dos Pireneus, Caminho de Cora Coralina, Região das Águas Quentes e Chapada dos Veadeiros.

A Goiás Turismo levou ainda empresários da Região da 44 para apresentar o potencial do segundo maior polo de distribuição e confecção de moda do país e promover um desfile para investidores e empresários latinoamericanos. De acordo com Fabrício Amaral, pela primeira vez, a Goiás Turismo irá fazer uma atividade especializada com empresários da moda para divulgar o potencial econômico e turístico goiano e trazer compradores para Goiás. 

“Estamos esperando pelo menos 40 pessoas para fazer uma apresentação institucional, comercial e de marketing da moda goiana, voltada para o mercado internacional. É uma estratégia nossa buscar o mercado latinoamericano para o Estado de Goiás em 2023”, afirmou Amaral. 

Continua após a publicidade

Para o presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER 44), Lauro Naves, além de uma grande oportunidade para aquisição de conhecimento sobre experiências de sucesso no turismo brasileiro e fora do País, é também uma chance valiosa para divulgação do polo confeccionista, localizado no coração do Brasil. “Buscamos apresentar a Região da 44 como um polo produtor e distribuidor de moda de qualidade, que oferece produtos duráveis e que vestem bem os brasileiros”, afirmou. 

Grande amplitude comercial 

O ramo de maior destaque é o de comércio de vestuário e acessórios, com 20.264 lojas, seguido de cabeleireiro e manicure (12.061) e confecção de roupas (6.573). Goiânia tem o segundo maior polo de confecção do Brasil, na região da 44, perdendo apenas para São Paulo. “Aqui é o melhor lugar para se comprar moda no país. Lá em São Paulo não tem essa estrutura de shoppings com ar-condicionado e uma ampla variedade em um único local”, afirma o presidente da Juceg, Euclides Barbo Siqueira

Segundo a AER 44, o maior polo atacadista de moda do Centro-oeste e o segundo maior do Brasil compreende mais de 130 empreendimentos, entre shoppings, galerias e hotéis, que estão concentrados em nove ruas e três avenidas do Setor Central de Goiânia. 

A 44 comercializa, no atacado e varejo, os mais variados estilos de roupas e artigos de moda, recebendo turistas de compras e atacadista dos quatro cantos do Brasil, especialmente do interior de Goiás e dos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, São Paulo, Tocantins, Pará e Maranhão, além de um porcentual significativo de compradores do Paraguai, da Colômbia, e de vários países africanos. 

Somente até o primeiro semestre de 2022, Goiânia alcançou 300 mil empresas em funcionamento, exatamente no mesmo momento em que Goiás também conquistou o índice histórico de 1 milhão de empresas ativas. “A média mensal é de um milhão de turistas de compras. Só neste fim de ano, período de maior movimento, a região deve receber mais de três milhões de visitantes”, finalizou Lauro.

Festival

Realizado anualmente em Foz do Iguaçu, o Festival das Cataratas já se consolidou como um dos eventos de turismo mais importantes do Brasil e da América Latina, e tem seu foco voltado para o desenvolvimento do turismo, da economia, do conhecimento técnico-científico e do meio ambiente, além da geração de ideias, oportunidades de negócios, troca de experiências e soluções sustentáveis.

O Festival integra ainda outros eventos complementares e paralelos, como o Salão do Vinho Argentino, a Arena Gastronômica, Rodadas de Negócios, MICE Cataratas e o Fórum de Internacional Turismo do Iguassu, considerado o maior evento técnico-científico do turismo nacional.

Veja Também