Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Cadastro antecipado de matrícula para educação infantil em Goiânia começa nesta segunda-feira

As famílias devem inserir informações pessoais das crianças e estudantes, além de apontarem se fazem parte dos grupos com prioridade de acesso às vagas

Postado em: 05-12-2022 às 09h49
Por: Rodrigo Melo
As famílias devem inserir informações pessoais das crianças e estudantes, além de apontarem se fazem parte dos grupos com prioridade de acesso às vagas | Foto: SME

A Secretaria Municipal de Educação (SME) inicia, nesta segunda-feira (05/12), a fase de Cadastro Antecipado de matrícula para escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e Centros de Educação Infantil (CEIs). Nesta etapa, as famílias inserem informações pessoais das crianças e estudantes no sistema da SME e informam se fazem parte dos grupos com prioridade de acesso às vagas na Educação Infantil.

O processo de matrícula e solicitação de vagas, para 2023, é totalmente on-line. A primeira etapa é o preenchimento de formulário, disponível no site da prefeitura, com informações pessoais dos pais e responsáveis, e das crianças. Nesta fase, é obrigatório o uso do CPF para preenchimento do cadastro antecipado, que deve conter telefone para contato, bairro e dados socioeconômicos das famílias.

Grupos prioritários

Durante esse processo, os responsáveis devem informar, também, se as crianças estão incluídas nos grupos prioritários da SME Goiânia, que estão divididos, segundo a Portaria número 434, de 26 de outubro de 2021, em “filhos de mães trabalhadoras” e “beneficiários de programas sociais do Governo Federal”. Para este ano, 50% das vagas serão reservadas para os dois grupos prioritários, e os outros 50% serão destinados para o público em geral.

Continua após a publicidade

Após o Cadastro Antecipado, se os interessados em vagas da Educação Infantil optarem pelo grupo de filhos de mães trabalhadoras, o sistema informará automaticamente sobre a necessidade de validação/confirmação dos dados em uma das cinco Coordenadorias Regionais de Educação (CRE). Para que possam ser incluídas neste grupo prioritário, as mães devem comprovar vínculo formal de trabalho.

Para celetistas, servidoras públicas e microempreendedoras individuais, também é obrigatório a apresentação de documentos comprobatórios. No caso de trabalhadoras autônomas, é necessário comprovar a contribuição no Regime Geral de Previdência Social. Para os beneficiários do programa Bolsa Família/Auxílio Brasil, caso o sistema não faça a validação automática, os responsáveis deverão confirmar os dados em uma das CREs, a partir desta segunda-feira.

Salas multifuncionais

Na parte pedagógica, a SME informou que trabalha na implementação de nova orientação da Documentação Pedagógica na Educação Infantil e ampliação das Salas de Recursos Multifuncionais para atendimentos dos estudantes com necessidades educativas especiais.

Confira o endereço de todas as Coordenadorias Regionais de Educação para confirmação das informações cadastrais em caso de grupos prioritários:

  • CRE Brasil de Ramos Caiado
  • Telefone: 62 3558-5681 / 3558-5684 
  • Endereço: Rua Professor Lázaro Costa, Q.167, Lt.10 – Cidade Jardim
  • CRE Central
  • Telefone: 62 3524-1664 / 1729 / 1730 
  • Endereço: Rua 243, Q.77, Lts.26-29 – Leste Universitário
  • CRE Jarbas Jayme
  • Telefone: 62 3524-1720 / 1722 
  • Endereço: Rua C-75, QD. APM, Lt. APM  –  Setor Sudoeste
  • CRE Maria Helena Batista Bretas
  • Telefone: 62 3524-2490 / 2491
  • Endereço: Avenida Goiás Norte, Q. 68, Lt.01 – Setor Urias Magalhães
  • CRE Maria Thomé Neto
  • Telefone: 62 3524-5622 / 2202 / 5636 
  • Endereço: Rua C-165, Qd.588, Lt. APM – Nova Suíça

Leia também: Rede estadual de ensino registra mais de 210 mil matrículas

Veja Também