Morre homem acusado de roubar residência e fazer família refém

Segundo equipes da Rotan e do Graer, o homem não obedeceu a ordem de parada dos policiais, e trocou tiros, sendo baleado e morto no local

Postado em: 21-04-2018 às 12h40
Por: Márcio Souza
Segundo equipes da Rotan e do Graer, o homem não obedeceu a ordem de parada dos policiais, e trocou tiros, sendo baleado e morto no local

Ontem (20), o assaltante Murilo Montenegro Santana, de 34 anos, morreu durante
troca de tiros com a Polícia Militar, em Goiânia. Conforme informações da PM, o homem participou do assalto a uma casa no Setor Jaó, em que
família foi amarrada e feita refém por ele e outros dois criminosos, que estão foragidos.

Houve perseguição policial, no momento em que Murilo passava em um veículo pela BR-153 e, em seguida, pela GO-020. Segundo equipes da Ronda Ostensivas Metropolitanas (Rotan), e do Grupo de Patrulha Aérea da PM (Graer), o homem não
obedeceu a ordem de parada dos policiais, e trocou tiros, sendo baleado e morto
no local.

Continua após a publicidade

Imagens do último assalto no Setor Jaó, mostram o momento em que os
criminosos abordam a moradora, que estava saindo de casa com o carro. Ela desce
do veículo, e um dos assaltantes assume a direção. Na cozinha, o marido da
mulher é amarrado na frente dela e dos filhos, duas crianças.

Com informações do G1 Goiás. 

Veja Também