Faltam vacinas contra a H1N1 em Goiás

Segundo a Secretária de Saúde do Estado de Goiás as novas remessas chegam hoje em Goiânia e dia 4 em Itumbiara

Postado em: 27-04-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Segundo a Secretária de Saúde do Estado de Goiás as novas remessas chegam hoje em Goiânia e dia 4 em Itumbiara

Raunner Vinicius Soares*

Continua após a publicidade

Dez unidades de saúde estão sem vacinas contra o vírus H1N1 em Goiânia, na ultima quarta-feira (25) eram seis. Entre as unidades que estão sem vacinas está o Cais Amendoeiras, Finsocial, Bairro Goiás e o Centro de Vacinação Municipal (CVM). A Secretária Municipal de Saúde (SMS) orienta que as pessoas dos grupos prioritários aguardem a chegada das novas doses e que a população continue seguindo as medidas de prevenção para evitar a contaminação do vírus que causam a gripe.

Além de alguns Cais, os Centros de Saúde da Família Recanto das Minas Gerais, Leste Universitário, Recanto do Bosque, Jardim Primavera, Vera Cruz I, Vera Cruz II, Bairro São Francisco, Condomínio das Esmeraldas, Andreia Cristianos e os Centros de Saúde Parque Industrial João Braz e Balneário Meia Ponte também apresentavam falta das doses.

Goiás

Em Itumbiara, sul de Goiás, já foram aplicadas 15 mil vacinas e cerca de 60% da população de risco do município já foi imunizada. No município as doses acabaram. A nova remessa deve chegar dia 4 de maio, na próxima sexta-feira.

Foram registrados 26 mortes no estado causadas por H1N1, em 13 municípios, Goiânia, Trindade, Aragoiânia, Hidrolândia, Campus Alegre de Goiás, Jaupaci, Palmeiras de Goiás, Anápolis, Pirenópolis, Carmo de Rio Verde, Morrinhos e Silvânia.

A Secretária de Saúde do Estado de Goiás, responsável pela distribuição das vacinas nos municípios, informou que a ultima remessa enviada foi na segunda-feira da semana passada (16). O Ministério da Saúde enviou ao estado de Goiás até momento 70% das doses da vacina contra a Influenza, que corresponde a 1.227.000 doses distribuídas em três remessas. A quarta remessa está previsto para chegar hoje, o Ministério da Saúde liberará cerca de 87 mil doses, sendo que destas, 19.200 doses serão disponibilizadas para o município de Goiânia.

Como chegou ao Brasil?

O vírus H1N1 também conhecido, popularmente, como Gripe Suína ou Gripe A causa preocupação na maioria dos brasileiros. É um dos poucos tipos de gripe que é capaz de provocar epidemias anuais frequentes e, em menor proporção, pandemias. Pode atingir qualquer faixa etária em um curto período de tempo, característica possível devido ao seu grande poder de variabilidade e adaptação.

Segundo o Ministério da Saúde do Brasil (MS), a primeira confirmação de H1N1 foi em 6 de maio de 2009. Dentre as amostras de suspeitos foram confirmados, em 7 de maio de 2009, 6 casos. Após três dias foram analisados 20 casos suspeitos, sendo 18 descartados, totalizando 8 casos no Brasil. Os primeiros casos estavam ligados a viagens internacionais e posteriormente passaram a ser dentro do território nacional. (Raunner Vinicius Soares, especial para O Hoje)  

Calendário de vacinas em Goiás 

13/04 a 20/05 Idosos, trabalhadores da saúde e pessoas com doenças cardíacas e respiratórias graves

23/04 a 27/04 gestantes, puérperas e crianças

30/04 a 11/04 professores

12/05 Dia D: serão vacinados todos os grupos prioritários da campanha

14/05 a 1/06 todos os grupos prioritários da campanha Indígenas: podem ser vacinados durante todo o período da campanha

Presos e funcionários do sistema prisional: o agendamento será feito a critério do município no período da campanha. 

Veja Também