Projeto que transfere regulação da saúde ao Estado começa a ser d

Segundo Leonardo Vilela, secretário Estadual de Saúde, que acompanhou o governador na visita ao Hutrin, os hospitais estaduais atendem cerca de 60%

Postado em: 07-05-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa

Segundo Leonardo Vilela, secretário Estadual de Saúde, que acompanhou o governador na visita ao Hutrin, os hospitais estaduais atendem cerca de 60% da população do município e os outros 40% são de outras cidades. Com a regulação, “nós vamos ganhar em eficiência, sobretudo vamos ganhar em transparência, porque iremos compartilhar os painéis de regulação. Não perderemos consultas, não perderemos cirurgias e nem exames que, muitas vezes, quando a regulação não é bem feita, isso acontece”, acrescentou.

Leonardo Vilela salientou que o governo está pactuando com a comissão bipartite, com secretários municipais de saúde, “que anseiam por isso, para que possamos assumir a regulação de forma aberta, transparente, democrática, compartilhada com os municípios e com isso melhorando o acesso do paciente aos serviços que o Estado oferece de cirurgia, de exames e de consultas”.

O governador José Eliton foi conferir o atendimento que está sendo realizado Hutrin dentro do programa 3º Turno. Durante meia hora, ele percorreu as dependências da unidade, conversou com diretores, médicos, servidores e pacientes. “Muitos dizem que esse atendimento que estamos fazendo no terceiro Turno é de obrigação dos municípios e não do Governo do Estado. Eu não quero saber de quem é a atribuição. A pessoa está esperando, está com dor, precisando de uma cirurgia. Então, eu não quero saber se a responsabilidade é do presidente da república, do governador ou do prefeito. Por isso é que estamos assumindo essa responsabilidade. Vamos procurar atender as pessoas que mais precisam”, comentou o governador durante a visita.

Continua após a publicidade

Ele conversou com pacientes operados e à espera de cirurgia. Maria das Graças Carvalhais disse ao governador que graças ao Terceiro Turno pôde passar por um processo cirúrgico com mais rapidez. “Se não fosse esse horário, não sei quando ia conseguir operar. Estou muito agradecida. O governador é um homem bom e educado. Gostei de conversar com ele”, declarou a paciente que, ao final da conversa com José Eliton, arrematou: “O que Deus fizer por você, é porque merece”.

Aguardando cirurgia, Sueli Maria de Lima declarou ter ficado feliz com a visita do governador. “Ele está conferindo se está tudo certo. Isso é bom, dá mais tranquilidade para todos. Gostei muito dele. É um homem atencioso e preocupado em saber se o trabalho está sendo bem feito”, declarou. Vanderlei Silva, também à espera de uma cirurgia, ao receber a visita do governador declarou que a criação do Terceiro Turno será um marco no atendimento público de saúde em Goiás. “Parabéns pelo programa. Esse tipo de atendimento é muito bom. Com certeza vai acabar com a fila de cirurgias na rede pública”, comentou. 

Veja Também