Acidentes de trânsito danificam postes e causam danos elétricos

Em média cinco postes são substituídos diariamente em todo o Estado de Goiás. Só em 2017, cerca de 1.800 postes foram trocados por causa de acidentes, afetando o fornecimento de energia à população

Postado em: 09-05-2018 às 09h10
Por: Kamilla Lemes
Em média cinco postes são substituídos diariamente em todo o Estado de Goiás. Só em 2017, cerca de 1.800 postes foram trocados por causa de acidentes, afetando o fornecimento de energia à população

Em Goiás, são comuns os acidentes de trânsito com postes danificados. O problema, que é recorrente em todo o Estado, causa danos à rede de distribuição e afeta o fornecimento de energia para os clientes. No ano passado, a média diária foi de cinco postes atingidos. Os principais causadores são motoristas que ingeriram bebida alcoólica, excesso de velocidade, desrespeito às leis de trânsito e caminhões com altura irregular que arrastam a fiação elétrica.

Em 2017, aproximadamente 1.800 postes foram substituídos em Goiás, número que ultrapassou o total contabilizado em 2016, quando cerca de 1.700 estruturas foram trocadas. Entre todos os 246 municípios de Goiás, Goiânia é o que registrou maior número de ocorrências: 420 somente no ano passado. “Dependendo da situação, o tempo para restabelecer o fornecimento de energia pode ser superior a cinco horas, por conta das dificuldades associadas a esse tipo de ocorrência. Além dos procedimentos exigidos pela legislação de segurança, a logística de atendimento a esses casos é complexa”, comenta o responsável pelas Unidades Operativas Média e Baixa Tensão da Enel Distribuição Goiás, Thiago Nunes.

Continua após a publicidade

Em caso de acidente, as equipes de plantão precisam inspecionar a rede elétrica, identificar e isolar o trecho para executar as manobras necessárias e eliminar os riscos a terceiros. Em algumas ocorrências, o veículo fica preso debaixo do poste e os técnicos da distribuidora precisam aguardar a retirada do mesmo. Depois disso, a equipe precisa identificar o tipo de poste atingido e informar os procedimentos necessários ao Centro de Operação da Distribuição (COD), que recebe e encaminha as chamadas de emergência.

É preciso que a Enel Distribuição Goiás seja comunicada o quanto antes para realizar a substituição do poste. A distribuidora alerta que não se deve tocar em cabos que estiverem no solo, ficar embaixo de estruturas danificadas, nem tentar realizar o isolamento da área. É importante ressaltar, ainda, que o motorista ou responsável pelo veículo deve arcar com os custos para a troca do poste e o deslocamento das equipes, além de multas aplicadas à companhia.

Serviço

Para comunicar ocorrências, solicitar serviços ou informações, a população pode ligar gratuitamente para a Central de Atendimento – 0800 62 0196 – ou pelos perfis nas redes sociais Facebook (www.facebook.com/EnelClientesBR) e Twitter (@EnelClientesBR). 

Veja Também