Goiás recebe doses de vacina para continuidade da campanha

AGerência de Imunização e Rede de Frio da SES-GO recebeu do Ministério da Saúde 93 mil doses da vacina. Outras 195,6 mil doses devem chegar hoje, dia 9, totalizando 288,6 mil doses

Postado em: 09-05-2018 às 11h55
Por: Márcio Souza
AGerência de Imunização e Rede de Frio da SES-GO recebeu do Ministério da Saúde 93 mil doses da vacina. Outras 195,6 mil doses devem chegar hoje, dia 9, totalizando 288,6 mil doses

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) já começou
a receber o estoque de vacinas contra a Influenza necessárias para o suprimento
em todos os municípios do Estado e a realização do Dia D da Campanha de
Vacinação contra a Influenza, marcado para sábado (12). Na manhã
desta terça-feira (8), a Gerência de Imunização e Rede de Frio da SES-GO recebeu
do Ministério da Saúde 93 mil doses da vacina. Outras 195,6 mil doses devem
chegar hoje, dia 9, totalizando 288,6 mil doses.

A gerente de Imunização e Rede de Frio da SES-GO, Célia de
Lourdes Venci Menezes, informa que as vacinas serão repassadas às 18 Regionais
de Saúde do Estado a partir desta quarta-feira. Cada regional, explica a
gerente, é responsável por distribuir o produto aos municípios a ela
jurisdicionado. Os municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia, por serem
próximos, de grande porte e por terem uma rede de frio estruturada, recolhem as
vacinas diretamente na SES-GO.

Continua após a publicidade

O balanço parcial da SES-GO, feito na manhã de terça, indica
que 1.247.763 pessoas já foram imunizadas contra a influenza desde o início da
campanha, em 13 de abril. Deste total, 983.686 pessoas integram os grupos
compostos por crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde,
gestantes, puérperas, indígenas, idosos e professores. Juntos, eles representam
75% da meta da campanha para a imunização. Outras 264.077 pessoas estão
distribuídas nos grupos de portadores de doenças crônicas, privados da
liberdade, grupos sem comorbidades e funcionários do sistema prisional, para os
quais não há meta de cobertura.

Como acontece em todo o País, a campanha em Goiás prossegue
até 1º de junho. Clécia Menezes acentua que o Ministério da Saúde
comprometeu-se a enviar um lote extra de vacinas para Goiás, caso haja
necessidade.

 

Veja Também